31 de Out de 2017

O TAROT

0 comentários

Conta a história que o Tarot é um sistema antigo de conhecimento que foi ensinado ao longo dos tempos por escolas secretas de mistérios. Era um livro da sabedoria usado para aconselhamento sobre os mais diversos assuntos.

Quando os sacerdotes (herdeiros da sabedoria Atlante) previram a queda da sua civilização, ocultaram este conhecimento em laminas desenhadas como se fosse um baralho de jogo. Deixaram este legada sabiamente guardado, e assim fariam este conhecimento chegar á posteridade. Este processo está envolto de mistério e teorias, mas uma coisa é certa, o Tarot está aqui, em todo o seu esplendor e á nossa disposição.

Nestas 78 cartas, divididas em 22 Arcanos Maiores e 56 Arcanos Menores, os sábios encerram todo o conhecimento que tinham herdado, toda a sabedoria que possuí­am, toda a verdade que conheciam sobre o homem, o universo e Deus. A estrutura fixa do sistema impediu qualquer deturpação e o Tarot, ainda hoje em dia, permanece como uma fonte de sabedoria para que tem olhos para ver e ouvidos para escutar a sua silenciosa mensagem.

Arcano, do latim Arcanum, um mistério cujo conhecimento é indispensável para compreender um grupo determinado de factos, leis ou principios. Sem o conhecimento do Arcanum nada pode ser feito.

Os 56 Arcanos Menores representam os 4 caminhos, associados aos 4 elementos, Ar, Terra, Água e Fogo, cada um destes caminhos é constituído por 14 casas. Indicam as actividades, situações e acontecimentos do dia-a-dia. conhecimento são ferramentas preciosas do auto conhecimento.

Os 22 Arcanos Maiores representam os arquétipos que todos os seres têm de vivenciar e interiorizar ao longo do seu processo evolutivo. São aspetos das lições de vida e não podemos fugir deles. Profundos em simbolismo e conhecimento são ferramentas preciosas do auto conhecimento.

 

 

Posts Mais Recentes
  • Os oráculos existem desde os primórdios da humanidade, pois o desejo de buscar conselhos e previsões sobre o futuro sempre esteve presente dentro do ser humano, pois além dos cinco sentidos naturais o sexto sentido sempre este ali apontando para uma direção espiritual, então vamos conhecer nesta matéria os oráculos mais conhecidos e usados na atualidade. Tarô Tradicional Este é composto de 78 cartas (lâminas ou arcanos), dividindo-se me dois grupos, 22 arcanos maiores (os principais) e 56 arcanos menores (tidos como auxiliares dos arcanos maiores), historicamente o registro mais antigos deste oráculo data do século 13 d.C onde pode-se encontrar exemplares em museus na Itália, França e Alemanha, porém estudiosos do ocultismo afirmam que este oráculo já era usado dos tempos da Atlântida e do Egito antigo. Este oráculo permite analisar todo tipo de situação humana, realizar previsões, aconselhamento, tratamento terapêutico a nível mental e espiritual. Existem milhares de tipo de tarô tradicional sendo os mais conhecidos tarô de Marselha (França) e tarô de Rider Waite (Rider foi um ocultismo do século 20 e Waite a editora que fez as primeiras impressões deste deck de cartas). O tarô tradicional não está ligado a nenhuma religião, porém carrega consigo simbolismos esotéricos e ensinamentos que podem ser inseridos em suas cartas conforme o gosto e cultura do seu idealizador. Os arcanos maiores vão do Louco ao Mundo (0 a 21) e os arcanos menores são subdivididos em naipes de copas, ouros, espadas e paus tendo a Corte (Rei, Rainha, Cavaleiro e Valete) e número de 1 a 10. Qualquer pessoa pode aprender, porém poucos consegue de fato utilizar este oráculo com verdade e maestria. Sibilla São oráculos que tem grande influência italiana, a mais conhecida é a Sibilla Della Zinguera e Sibilla Indovina, são compostas de 52 cartas divididas em 4 naipes (copas, ouros, espadas e paus) e a corte Rei, Rainha e Valete, como pode perceber são baseadas nos arcanos menores do tarô, porém com algumas diferenças em suas interpretações e não contendo as 4 cartas do Cavaleiro. Pouco conhecida no Brasil, porém utilizada por oraculistas que gostam de sair da sua zona de conforto e buscam aprender a utilizar novos oráculos. Sua utilidade é para realizar aconselhamentos e previsões para o futuro de uma pessoa ou empresas. Dizem que as pessoas falam, mas as cobras sibilam, ou seja, seria um oráculo que com sabedoria conta o que a pessoa quer saber, e as vezes a verdade pode doer, já que neste caso a cobra tem a conotação de sabedoria, símbolo muito utilizado no meio ocultista entre os consagrados. Os registros mais antigos deste oráculo datam do século 18 na Itália, porém quado se falam de oráculo na Europa há alguns países que caminham juntos; Itália, França, Espanha e Alemanha, pois têm grandes razies ocultistas, mesmo com a inquisição da idade média não foi capaz de extinguir a vontade e o conhecimento de religiões e seitas mais antiga do que os tempos conhecidos. Petit Lenormand Este oráculo data do século 18, sendo uma homenagem a afamada cartomante de Napoleão, a senhorita Marie Anne Adelaide Lenormand, sua inspiração foi em cima de um jogo de tabuleiro da época chamado Jogo da Esperança, após a morte de Marie Anne, editores ocultistas da época lançaram este oráculo maravilhoso que de certa forma também é uma sibilla, chegou ao Brasil no começo do século 20 e acabou sendo rebatizado de Baralho Cigano, já que caiu nas graças de milhares de umbandistas, e por esta religião brasileira ter uma falange de espíritos chamada de Ciganos que trabalham dentro da linha espiritual do Oriente, acabou sendo uma alternativa mais fácil e prática do que os búzios que eram apenas usados e ensinados a pais e mães de santo, e usá-lo requer uma habilidade muito grande para interpretar as conchinhas africanas, não desmerecendo de nenhuma forma este lindo oráculo, os búzios, mas o Baralho Cigano contendo 36 cartas baseadas nos naipes de copas, ouros, espadas e paus contendo apenas as cartas numeradas de 6 a 10 e a corte Rei, Rainha e Valete, com figuras do dia a dia facilitaram as interpretações de passado, presente, futuro e aconselhamentos de tal forma que existem hoje centenas de tipos de baralhos confeccionado no Brasil, várias professores e professoras deste oráculo. No final do século 20 este oráculo recebeu mais um nome; Tarô Cigano, pois sua importância se tornou tão grande para alguns oraculistas que o elevou ao mesmo nível do tarô tradicional, embora para mim todos os oráculos estão no mesmo nível, não sendo para mim nenhum melhor ou pior, são todos ótimos e maravilhosos! Agora sem sombra de dúvidas, pelas minhas pesquisas o Baralho Cigano é o oráculo mais utilizado no Brasil, e a Umbanda com os Ciganos tem forte influência, pois com a ajuda espiritual deste maravilhosos seres de luz quem utiliza este oráculo no Brasil recebe um plus, uma energia extra, embora seja um oráculo que pode ser usado por qualquer pessoa de qualquer religião. Búzios Os búzios são conchinhas do mar, porém este tipo de molusco não se encontra no Brasil, as conchinhas dos búzios são trazidas da África, datar este maravilhoso oráculo é impossível, sendo do Candomblé mais antigo que o cristianismo e o judaísmo, podemos acreditar que o jogo de búzios é realmente um oráculo milenar, este oráculo pode ser confeccionado com 16 ou 22 búzios, depende da vertente de ensinamento, a caída dos búzios é contada dentro de um sistema lógico onde o oraculista determina quem é o Orixá que está respondendo (comunicando-se) e qual a resposta do mesmo, há uma orixá denominado Ifá que traz as mensagens dos outros orixás até o oraculista, além disto muitos oraculistas de búzios ouvem em seus ouvidos espirituais o comunicado, então se torna além de um sistema complexo de caída de búzios (conchas) o oraculista tem que ser um médium com uma mediunidade muito apurada para ouvir o recado dos orixás. Um belo e antigo oráculo que poucos conseguem usá-lo, este sim é um oráculo ligado ao uma religião maravilhosa, com uma mitologia fantástica chamada Candomblé, estudar esta religião mesmo que por curiosidade vai te fazer a repensar muitas coisas de outras religiões, pois os orixás são divindades com lições e histórias que não deixam nada a desejar para outras crenças, na verdade podem acrescentar muita sabedoria e até mesmo uma reforma íntima. Runas Este oráculo é baseado em 24 símbolos, forma ou desenhos nórdicos, este oráculo também é quase que impossível datar sua aparição, segundo a mitologia nórdica ele foi criado por Odin (deus dos deuses nórdicos, pai de Thor), estes símbolos rúnicos podem ser entalhados ou desenhados em madeira, pedra ou papel, cada símbolo tem um significado que é interpretado pelo oraculista conforme a tirada de dentro de um saquinho de pano, há outro método que utiliza-se uma toalha com um determinado desenho, joga-se todas as runas de uma vez só sobre ela e onde cada runa cai e sua posição (normal ou invertida) gerará uma interpretação, requere muito estudo e treino deste oráculo, sendo um dos oráculos mais complexos de se usar, tendo a mesma eficácia dos outros oráculos. Espero que tenham gostado e que sirva de contribuição para este Fórum.
  • Há uma lenda nas religiões de matriz africana, não me lembro exatamente mas diz que o jogo de búzios foi dado pra que os seres humanos pudessem ter uma orientação dos Deuses e assim serem guiados, tendo uma luz sobre as incertezas que a vida traz, terem um caminho onde antes sem essa orientação só viam pedras e espinhos! Muitas vezes nos vemos perdidos diante da vida, sem saber realmente que caminhos seguir ou que decisão tomar diante de uma infinidade de escolhas possíveis! A maior e por que não dizer a primordial função dos oráculos, desde o primeiro, ai não importando qual simbologia vc use, qual sabedoria vc represente através da ferramenta oracular com a qual vc mais sintoniza a meu ver(Buzios Taro,Baralho Ciganos,Runas , I-Ching) não é outra se não a de orientar as pessoas no sentido de que essas possam ter alivio de suas duvidas,incertezas e sim claro dos seus sofrimentos , fazer circular, movimentar energias, mostrando caminhos não percebidos dando luz a problemas que pareciam insolúveis!! Dizendo é claro, muitas vezes aquilo que não queremos, mas precisamos ouvir, pondo a nú coisas que as vezes não admitimos mas que precisamos confrontar pra que nosso caminhar nessa terra possa realmente dar frutos e mesmo que as vezes pareça lento que seja seguro e firme rumo a evolução!! Claro que pra aqueles que vivem disso, fica sempre um dilema, pois as pessoas que nos procuram, pagam e como pagantes querem uma "mercadoria" muito bem embalada, risonha e atraente mesmo que seja ilusória, mentirosa,... sim as pessoas pagam pra ouvir aquilo que querem e não aquilo que precisam e fica então a grande pergunta;A quem servimos? Ao cliente que nos paga pra ouvir aquilo que quer e não o que precisa, que não quer uma orientação mas alguém que diga que sim vc está certa/o, sim ele/a vai voltar, sim vc vai conseguir um homem/mulher bonito e rico, acrescente ai qualquer generidade que a grande maioria dos oraculístas ja se viu perguntado/a a cerca disso! Ou ao nosso propósito primordial, que é realmente fornecer uma luz sobre caminhos as vezes obscuros sanando sempre que possível duvidas e incertezas, colaborando para edificação dessa pessoa e claro auferindo assim ganhos bem mais modestos! Bem sou oraculista a mais de trinta anos e quem me conhece, clientes, amigos, magos e bruxas do meio sabem que caminho eu escolhi e como vivo, mas é uma escolha de cada um e que terá consequências diretas na própria evolução do oraculista como de seus/as consulentes! vivo da arte sim!! Mas não a qualquer preço!! Blessed Be!
  • O mago manipula ... Energias e pessoas. Entediado de si mesmo, transmuta a sua realidade com a magia da ilusão. Tudo tem ao seu alcance , mas dali não se vê nenhum resultado! Talvez ele não saiba o que fazer a partir de então, talvez ele não se importe em provar sua verdade para ninguém... Meu Mago é quem escreve aqui esse texto cheio de ideias e projetos na mão enquanto procrastina nas práticas do dia - nem sempre toda a confiança e poder que expressamos é equivalente às ações que temos e frutos que colhemos. E então, qual truque de ilusão seu mago interior faz? O Mago é o arcano de número 1. Sendo a primeira carta numerada, simboliza a iniciativa, o princípio para a ação que virá. Não é o acontecimento em si, mas sim a motivação para alcançar o êxito... O Mago se trata de todo o potencial que algo tem para dar certo, para acontecer. Mas por enquanto é só isso mesmo, potencial. Em uma de suas mãos, vemos o bastão elevado que mostra seu poder de ação (ele não só o tem, como o eleva para uso), a energia acumulada de quando nos concentramos em uma meta e estamos enfim prontos para lançar esse desejo aos outros e ao universo. Seu chapéu remete ao símbolo do infinito (aquele 8 deitado), trazendo a ideia de que a capacidade e as possibilidades do Mago são até então infinitas. Ele tem tudo o que precisa em suas mãos e sabe do quão longe consegue ir, por isso é muito comum também que este arcano apareça como uma figura inspiradora. Ele transmite confiança, força, capacidade e realização. Afinal, qualquer um iria querer ser como ele e ter acesso à tantas possibilidades. Quando olhamos para a imagem, rapidamente notamos que ele tem tudo o que precisa ao seu alcance. Provavelmente só o falte uma confirmação de que está no caminho certo, ou talvez esteja empacado pois - em teoria - sabe e tem tudo, mas não necessariamente tem conhecimento prático o suficiente para transformar isso em um ato, em algo concreto. Sim, esta carta também pode se tratar apenas de imagem, de uma postura que ilude. O rapaz do desenho pode muito bem estar apenas posando de mágico e nada entender de realmente fazer magia. Mesmo assim não deixa de ser uma forma de autoconfiança e certamente ele é bom em convencer e conseguir o que quer através disso. De repente o vemos no auge de sua persuasão - ele nos convence de que é o melhor e de seus pontos de vista e caímos em sua lábia, encantados e plenamente convencidos. Por fim, podemos observar que seus objetos mágicos estão preparados sobre a mesa e ele está prestes a agir com sua varinha. Mas então por que ele olha para o lado? Poderia ser autoconfiança de que seu ato mágico dará certo ou uma forma de nos distrair com truques, enquanto foca no que realmente importa para ele. Ah... O Mago é também um grande manipulador! Bem, é claro que ele pode estar apenas agindo como quem tem plena consciência de que fará aquilo muito bem e não precisa mais observar tantos detalhes, mas e se ele estiver simplesmente nos direcionando para pensarmos o que ele quer que pensemos? O Mago tem uma enorme capacidade de expressão - tanto para nos explicar o que deseja, quanto para nos convencer do que ele pensa e faz. Assim como nos projetamos da forma que desejamos que os outros nos vejam mas temos muitas vezes por trás disso segundas intenções e ações falhas, este arcano parece ser perfeito demais para ser real. Quão irônico seria se, no final das contas, todo esse ar inspirador que captamos não passasse de apenas mais um de seus truques de mágica?