Guia da luta astral: como amaldiçoar alguém


Alguém comete uma injustiça contra você.

O que você faz?

Fica parado esperando a lei do retorno?

Se você é santo, esse texto não é pra você. Pois se você fica paradinho, amuadinho, deixando as pessoas pisarem em você, então este texto não é pra você. Tudo na vida exige AÇÃO. Inclusive a bruxaria. Não adianta esperar por emprego sentado. Da mesma forma, não adianta esperar por justiça de mãos fechadas, confiando apenas no carma. O paganismo é uma filosofia de vida para guerreiros. A maior parte dos deuses tem um lado NEGRO, OBSCURO, GUERREIRO. Atena, Diana... Enfim, nomeie a deusa mais "pop" que você pensar e você verá que ela também é guerreira. Obviamente, muitas pessoas ignoram isso. Dizem que são pessoas da paz, mais elevadas. Só que ser pacifista não é a mesma coisa que ser passivo. Você não pode esperar NADA sentado. Se alguém busca guerra contra você, é seu dever deixar que ela enfie as facas na sua costa em nome da paz? ÓBVIO QUE NÃO.

Os bruxos comentem muitos erros. Um deles é o famoso "silêncio". Precisamos sim saber quando é estrategicamente nos retirar. Mas não é correto engolir sapos um atrás do outro porque você quer fingir que é inabalável. Você não é um robô. Você tem sentimentos. Um deles é a raiva. Como você lida com ela? Entendendo que ela é natural e deixando se manifestar ou escondendo na sua falsa superioridade? O problema de esconder a raiva é que ela vai se acumular e uma hora ela irá explodir. Uma hora ela irá se virar contra você. Pode virar depressão. Você pode sintomatizar no seu corpo. Você precisa aprender a canalizar a raiva. Mas o que acontece hoje em dia?

Os pagãos pegam a moral cristã de dar a outra face e ficam parados feito estátuas, esperando a lei do retorno chegar. As estátuas gregas têm mais vida que eles! Vejo bruxos que cultuam deuses da guerra, com nomes mágicos de guerreiros que são uns bananas, ficam quietinhos enquanto todo mundo passa por cima.

Mas se você está aqui é porque é diferente. Você está disposto a lutar pelo que é seu. E como fazer isso?

Primeiros passos

A - Falar é agir

Você precisa externalizar a raiva. O primeiro passo é escrever e falar a respeito. Não precisa ser público. Pode ser com um amigo. ADMITA PARA VOCÊ MESMO QUE VOCÊ TEM RAIVA. ADMITA O MOTIVO. ADMITA QUE RAIVA É NATURAL, QUE VOCÊ É NATURAL.

B - Entenda seus sentimentos

Você quer vingança? Então entenda esse sentimento e não lute contra ele. Lutar contra ele apenas deixará você mais obcecado. Pense a respeito de forma clara e estratégica. Deixe que o sentimento venha, mas não pense nele o tempo todo. Quando você perceber que o sentimento de raiva, luto, vingança quer corroer você, simplesmente pare! Distraia sua mente!

C - Estabeleça limites

Até que ponto você está disposto a agir? Um dos limites que você tem que ter em mente é a lei do local em que você está. Não temos as mesmas leis que os vikings, por exemplo. Então saiba que lutas físicas, ameaças físicas são contrárias à lei brasileira. Planeja sua vingança dentro dos limites da lei para que você não tenha problemas. Nada de ameaças físicas! SUA LUTA DEVE SER NO CAMPO PSICOLÓGICO.

D - Trace uma estratégia

Toda batalha precisa de uma estratégia estabelecida. O primeiro passo é conhecer seu adversário, entender em que pontos ele é melhor que você e em que pontos ele é pior. Não caia na bobagem de subestimar o poder do seu adversário. Ele não é tão ruim em tudo! Olhe para ele friamente, trace um perfil psicológico dele. Anote tudo. Veja quem são os amigos dele e quem são os adversários. Analise os limites dele. Até que ponto ELE está disposto a agir?

E - Procure aliados

Você pode fazer tudo sozinho, mas sempre é bom manter aliados poderosos por perto. Pessoas capazes de analisar com maior frieza cada passo do seu adversário. Pessoas que estão com você por diversão, porque são guerreiros como você. E tenha por perto também os adversários do seu adversário.

F - Estabeleça um cronograma de ataques astrais

Como em toda batalha, haverá momentos em que você estará por cima e outros em que estará por baixo. Não pense que você estará sempre bem e disposto porque não é verdade. Conte com suas perdas também. A guerra astral corresponde a várias batalhas. O ciclo funciona basicamente assim:

ESTRATÉGIA - ATAQUE - PROTEÇÃO - DESCANSO - CONSEQUÊNCIA

Tenha isso em mente!!! Primeiro você estabelece sua estratégia a cada novo ataque levando em conta como seu adversário está e se ele está ou não disposto. Então você ataca seu adversário. Depois você protege a si mesmo e descansa. Por fim, lida com as consequências. As consequências não são de imediato. Tenha em mente que o ataque astral pode voltar contra você. Então você tem que ser hábil para conseguir transformar as energias do seu ataque em poder para si mesmo. A partir disso você traça a nova estratégia e recomeça a ciclo até você vencer a guerra.

Estabelecendo estratégias

Digamos que você não começou a guerra. O seu adversário te atacou primeiro. Então agora quem está mais fraco é você.

Vigie seu adversário. Veja por onde ele anda, o que ele faz. Faça uma lista de quem são os amigos dele. Faça uma lista das hipocrisias que ele cometeu, de seus erros. Mas faça uma também de suas qualidades e de seus acertos. Veja que momento você acha que ele estará mais vulnerável para atacar. Em quais áreas ele é pior?

Escolha seu ritual (para iniciantes)

Há vários tipos de rituais de maldição que você pode fazer. Quanto mais iniciante você for, comece pelos menos complicados.

A. Feitiço de Aviso

Faça com que seu adversário saiba que você está por perto e quais são suas intenções. Parte positiva: dará medo ao adversário. Parte negativa: ele pode se preparar para o ataque.

Sangue e carne, do azul ao preto Se você me forçar, irei te amaldiçoar, Pela mão esquerda e pela comida impura, Eu vou amaldiçoar seus olhos,

Eu vou amaldiçoar seus ouvidos,

Eu vou amaldiçoar sua língua,

Eu vou amaldiçoar suas mentiras, Eu vou enviar o mal de mim de volta para você, Minha alma será limpa pelo fogo, Você vai se queimar, mentiroso.

B. Maldição por poção Você vai precisar dos seguintes itens para esta mágica:

Qualquer ingrediente (como ervas, loções, óleos, ou, para melhores resultados, produtos alimentícios), para cada letra do nome da pessoa amaldiçoada. Exemplo:

RAFA

Resto de comida do último prato que você comeu Amora Farofa estragada Abacaxi azedo

1. Em uma panela em fogo médio-alto, misture no sentido horário todos os ingredientes na ordem em que as primeiras letras do nome do seu aversário, enquanto fala suas metas de acordo com cada ingrediente. 2. Deixe cozinhar por 2 min. 3. Desligue o fogo e misture-horário por 2 min. 4. Despeje a poção em um frasco de vidro. Cheire o frasco enquanto canta: este é o cheiro da sua derrota. Faça isso 13 vezes. 5. Em seguida, despeje um pouco para o norte, depois para o sul, então leste, então oeste. (É muito importante você fazer isso na ordem correta) ao derramar o canto: Você está amaldiçoado, no norte, no sul, no leste, no oeste. e para que você não terá descanso. Após a última linha, despeja a poção restante no centro. 6. Está feito. 7. Agradeça.

C. Feitiço da amarração

Aqui está um feitiço para trazer o caos. Você vai precisar de um pedaço de corda grossa ou fio de cerca de 9 ou 10 polegadas de comprimento. Você vai 3 nós separados e amarrar algumas polegadas distantes de cada nó.

Recite:

"Com este primeiro nó selo este feitiço você (DIGA O NOME DA PESSOA) não vai dormir, você não vai descansar Nós de raiva, nós de ódio Discórdia irá surgir em seu destino Ao amarrar o segundo nó Trago escuridão sobre você (DIGA O NOME DA PESSOA) Discórdia e o mal também Com este terceiro nó, Levo o caos em sua mente (DIGA O NOME DA PESSOA) Feitiço de raiva, o rei de ódio Levará você para baixo, você não vai esperar Por isso, se manifesta agora!

Obrigada, Caos"

Faça pensando em tudo de ruim que você quer levar para seu adversário. Você pode deixar perto da casa do seu adversário (isso irá tornar o feitiço mais poderoso) ou guarde um local para desatá-los depois se for o caso.

D. Boneco voodoo

Existem muitas formas de fazer o famoso boneco voodoo. Umas delas é a seguinte:

Corte dois pedaços de pano no formato de um boneco humano. (Você pode desenhar um boneco antes de cortar). Costure as duas camadas em conjunto, mas deixe um buraco para preenchê-lo. Vá em um quarto escuro e acenda uma vela preta. Anote o nome completo da pessoa e data de nascimento. Deixe escorrer a cera preta sobre o boneco. Depois disso, queime o papel com as informações da vítima na vela preta. Após o papel for queimado, apague a vela, encha o boneco com algodão e com as cinzas Enquanto isso, recite: "Tudo o que você provocou em mim será refletido para você (DIGA O NOME DA PESSOA) Que sua vida seja de dor e sofrimento! " (Repita isso várias vezes, canalize sua raiva no objeto.) Costure o boneco. Corte o limão em dois. Esprema o suco no boneco. Polvilhe a pimenta sobre ele. Agora, apunhale uma agulha onde o seu coração seria. Pense em todas as coisas que pessoa fez pra você se sentir mal. Libere essa energia, através da sua mão para o boneco. Apunhale o boneco, pise no boneco! Jogue o boneco no lixo para que ele fique em meio a sujeira. Nessa noite, você vai sonhar com seu adversário chorando, perdido e cansado de viver. Ele vai sofrer!

Obrigada, Caos"

PS: caso não queira fazer o boneco, escolha um boneco de pano que você ache parecido com seu adversário.

Existem outros rituais mais bem elaborados, mas por enquanto é só.

Lembre-se, no dia seguinte ao ataque, você precisa se proteger. Faça então um ritual de proteção!

ESTRATÉGIA - ATAQUE - PROTEÇÃO - DESCANSO - CONSEQUÊNCIA

Até mais pessoal!

#Maldições #Ataques #Autodefesa

© 2020

Arte, Magia & Liberdade 

Criado por Lua Valentia 

  • clube de autores
  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
  • SoundCloud ícone social
  • Spotify ícone social