Ritual de Euforia com Dionísio


Dionísio, como muitas já sabem, é o Deus do Vinho, das Festas, do Teatro, da Loucura. Em sua história também vemos vários atributos peculiares a essa divindade que tanto encanta com sua energia de liberdade!

Entrar nas esferas de Dionísio nos faz realmente experimentar na pele, o desprendimento das vestes, das máscaras sociais, dos ideais que tentamos agregar para nossas vidas e que nem sempre condiz a nós, nos fazendo sentir como parte da natureza e nos banha com o máximo da vitalidade ao nos ensinar que "Basta estar vivo e ter imaginação para ser qualquer coisa", nos conectando a nossa própria essência como um ser humano na natureza.

Seu senso de humor, seguido de uma esperteza, também não descarta essas máscaras sociais, brinca com elas! Como Deus do Teatro ele vem nos avisar que tendo nossa essência ancorada, podemos ser o que quiser, basta fingir que é, basta interpretar e se metamorfosear naquilo, mas sempre lembrando que você é quem está por trás da máscara, e não se confundindo com ela.

Dionísio aprecia muito o riso, pois este é a alma em plena alegria e euforia, nos conectando a uma de suas faces teatrais, a comédia. Porém, obviamente, existem as tragédias, mostrando que as vezes a alma passa por provas e testes obscuros. Dionísio tem em sua mitologia a história em que vai ao Hades e retorna, mostrando também que o processo de morte é inerente a todos, assim como o processo de renascimento

Este ritual com Dionísio irá ajudá-lo a se desprender um pouco mais, e com a dança, ajudará você a elevar seu padrão vibratório, experimentar uma euforia, alegria, se desprender, aprender a se despreocupar e reservar um momento para cultuar a euforia, recuperando a vitalidade para sua alma e sentindo-se livre e energizado para seguir em frente.

Você irá precisar de:

- 3 Músicas Agitadas

- Vinho e 2 Taças

- Uma coroa de Heras ou videiras.

- Uma vela vermelha/roxa/cor-de-vinho (qualquer uma das três)

- Um Tirso.

Primeiramente, irá preparar um altar para Dionísio com uma taça/cálice de vinho para ele e uma para você. Tem que ser um vinho com o mínimo de qualidade mas também não precisa ser um muito caro, vá pelo meio. Pode colocar qualquer outro alimento, comida, que queira colocar no altar pois toda a energia liberada irá para esses consumíveis. Mas não é necessário uma mesa opulenta se você só dispõe de um vinho.

Primeiro, irá acender a vela ao lado do cálice e recitar um encantamento pessoal de invocação a Dionísio, pedindo para que ele olhe por ti neste momento, e para que canalize seus poderes para a oferenda ofertada ali. Encha seu cálice com a quantidade de vinho que achar suficiente pra ganhar euforia. Encoste as taças como se brindasse a Dionísio e beba!, podes saudá-lo como desejar.

A coroa de Heras ou Videiras ajudará a ancorar a energia de Dionísio.

O Tirso consiste em uma vara que contenha uma pinha na ponta, entrelaçada com heras e videiras também, ou uma fita bem longa. Ele serve para direcionar energia.

Medite por alguns minutos a respeito de si mesmo, quem você é, suas necessidades, preocupações, sua identidade no dia-a-dia. Entenda que você vive toda e qualquer experiência na terra por que habita um corpo.

Neste momento, perceberá que sua consciência na verdade está "presa" dentro do seu corpo e que você é nada mais do que essa consciência. Perceba como que com a mente, você pode ser o que quiser, se transformar no que quiser... Lembre-se de quando era pequeno e brincava de "Faz de conta", incorporando qualquer coisa que sua imaginação criasse, era tão mais fácil antigamente não é? Quando sentir que já está suficientemente alterado pelo alcool e animado, levante e tente reproduzir novamente esse estado fértil de imaginação.

Pois agora está na hora de extravasar.

Coloque a música, tem que ser uma agitada, pode ser uma conhecida, eletrônica, de qualquer tipo... Entenda que o que importa não é a música que você colocou, não pense que será julgado por isso pois a ideia aqui é se desapegar das máscaras sociais. Você não é algo por causa da "música", não é rockeiro por que colocou um rock, funkeiro por que colocou um funk. Você é uma coisa, a música é outra, e deve apenas ser agradável aos ouvidos.

Agora, Dance.

Sim, Dance! Sozinho.

"Mas, eu não sei dançar"

Dance de qualquer jeito

Literalmente de qualquer jeito, quanto mais "Random" melhor, comece a mexer com seu corpo e inventar novas formas de dançar, não se preocupe em estar dançando "Bonito", o importante é simplesmente "Go Crazy", a mente também deve se desprender, neste momento se imagine qualquer coisa dançando. Busque perceber também, o quanto de energia, física, é liberada no momento da dança frenética, cada gesto. Perceba que a energia da dança começa a impregnar o local com seu calor, com sua energia da aura, etérica.

Poderá direcionar essa forte energia liberada para algum desejo que queira fazer acontecer através do Tirso direcionado para uma visualização da mente do seu desejo.

Os alimentos e o vinho da oferenda absorvem essa energia.

Dance até ficar esgotado, mas se não preferir, 3 interpretações de dança frenética a Dionísio já bastam.

No final, tome um banho, renove-se, e volte para o altar.

Jogue um pouco do vinho no chão ou na terra de uma planta dedicada a ele no altar.

Utilize o vinho do altar para ser usado como uma poção/banho.

Agora trouxe a energia de Dionísio para dentro do líquido.

Experimentar dessa liberdade de Dionísio, de se desprender das coisas, do espaço, e do tempo, com a dança, com a imaginação, e com uma mãozinha de álcool, realmente nos faz perceber que nós podemos ser qualquer coisa, fingir ser qualquer coisa e de forma convincente. Deve ser por isso que Dionísio está presente no teatro, onde aprendemos a ser mais desinibidos, temos que realmente abandonar as vestes de quem somos para interpretar um personagem convincente, o mesmo deve ser exercido nesse ritual. Apenas dance, de qualquer jeito, engraçado mesmo, não tem certo e errado neste momento, quanto mais loucura melhor. Também, finja ser um pirata, um super herói, uma princesa dançando freneticamente, seja o que você quiser ou o que a música lhe faz sentir ser.

No dia que recebi a inspiração deste ritual, acabei por fazer cenas que realmente daria um bom vídeo de comédia, mas essa era a graça, eu tinha que manter o "flow" da esquisitice da dança, bastava ser original criativo e inventado na hora, acabei por produzir vários movimentos de dança nunca feitos com o corpo antes, movimentos que eu nem sabia que existia mas que meu corpo fez (risos)

Como comprovação, uma amiga minha, chegou em casa minutos depois do ritual e acabou por ter uma noite muito eufórica com os amigos, chegou até a ficar de cabeça pra baixo e ria de absolutamente tudo! Parecia já conter uma essência Dionisíaca em si que despertou naquela noite, que se comprovou quando ela me revelou no outro dia que fez quatro anos de teatro.

Dê risada, divirta-se, com Dionísio. use o vinho para colocar de volta na garrafa e utilize para beber, banhar-se, fazer uma receita com vinho, ou até mesmo misturar na água para passar em um local em que ocorrerá uma festa e que você quer que as pessoas se divirtam ao máximo.

Nesse ultimo caso, só tenha cuidado pra festa não sair do controle demais, por que com Dionísio, "controle" nem se quer existe.

#Dionísio #Rituais

© 2020

Arte, Magia & Liberdade 

Criado por Lua Valentia 

  • clube de autores
  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
  • SoundCloud ícone social
  • Spotify ícone social