• Luan

O que sua mãe não te contou sobre o Tabuleiro Ouija. Parte 1


Bastou uma breve pesquisa para encontrar grandes besteiras a respeito deste “jogo”. A tendência humana aos extremos do exagero é sempre algo incrível de notar. Esse artigo buscará elucidar alguns equívocos – muito hilários, por sinal – que podem ser encontrados com facilidade pela “inteurnet”. A finalidade do texto é puramente prática. Sim, não irá encontrar historias de terror ou especulações que não podem ser provadas. O Tabuleiro Ouija – Ou O Jogo do Copo, seguem os mesmos princípios - é uma forma mais arcaica e menos refinada da Escrita mediúnica utilizada pelos espíritas. O espírito de maneira alguma irá se ligar ao tabuleiro em si, o que não significa que o mesmo não ficará impregnando pela energia da entidade, assim como a sua ficará, afinal, você é o PORTAL. Então se não possui sensibilidade alguma, lamento, mas ouija não vai ser uma prática muito eficiente para você. O espírito apenas se conectará diretamente com o tabuleiro, ou o ponteiro, através de meios específicos que levem a este fim, o que não é qualquer um que pode fazer e pessoalmente acho desnecessário. Afinal, você estará em contato com a energia da entidade da mesma forma. E ainda por cima, estará aterrando-a em corpo físico – sem nem sequer conhecê-la... Preciso mesmo dizer que isso não é muito esperto? Mas, sim, ele pode mover a agulha caso tenha força para isso. Porém, isso funciona mais para assustar. Tornando as pessoas mais suscetíveis a ele, por isso... Respire fundo e calmaaa. O que acontece quando uma pessoa inicia o contato no Tabuleiro Ouija pode ser facilmente observado por alguém com clarividência desenvolvida. O espírito não ficará sentado na sua frente e tocará a outra ponta da agulha, enquanto lhe olha de maneira fixa e furiosa, como nos filmes Hollywoodianos. Quer dizer, não é tão difícil encontrar um espirito putaço, mas é a vida. A entidade estará ao seu redor, o comportamento dela varia, mas normalmente ficará curiosa e - se você der abertura – se aproximará aos poucos. A conexão ocorre na maioria das vezes a partir das costas na região dos ombros e/ou garganta, os pontos mais vulneráveis na maioria das pessoas. A energia dela adentrará por esses pontos e escorrerá pelo seu braço e assim que acontecem as experiências de Escrita Mediúnica... não, pera... Tabuleiro Ouija. Não é incomum sentir como se uma mão estivesse pressionando a sua, pesar nos ombros, enjôo, sensação de estar sujo e desgaste durante e após a sessão. Já percebeu o elo, imagino... As possessões começam da mesma forma. E acreditem, isso não tem nada a ver com o famoso Zozo, que não passa de uma lenda e algo utilizado por poucos espíritos para gerar medo e receio nos participantes. Medo e receio aumentam a suscetibilidade de uma possessão.

Ao contrário do que alguns pensam, dificilmente o Ouija irá servir para atrair um parente morto, a menos que ele esteja muito perto de você e mesmo assim pode ocorrer dele ser afastado por outras entidades que irão ser atraídas pelo petisco que você se torna ao iniciar uma sessão. Em todas as vezes que um contato é estabelecido, obsessores irão ser atraídos – de maior ou menor grau -, os mais antigos e furiosos – que ganham aspectos distorcidos e bestiais – são incapazes de formular palavras. Isso pode explicar algumas respostas confusas e sem sentido algum. Mas, pode ser simplesmente a condução lixo dos participantes. Dificilmente um espírito mais elevado irá se aproximar para comunicar-se pelo Ouija. A prática do Tabuleiro Ouija serve para atrair e canalizar aqueles espíritos mais próximos à matéria. E sempre tem aqueles que não canalizam nada e ficam falando sozinhos. Então cuidado. Não adianta perguntar se é alguém bom. Nada impede ele de mentir. É possível sim perceber a mentira, mas, lamento pela sinceridade - só que não-, dificilmente alguém que recorre a essas praticas para contato com o espiritual conseguirá perceber isso sem alguma prática - e até lá passará por “boas” experiências. Na grande maioria das vezes o máximo que as pessoas rendem ao “jogar” Tabuleiro Ouija é um obsessor montando elas e uma série de desgraças causadas por esse e outros que foram atraídos. Mais tarde associadas ao demônio e discursadas em algum palco para os crédulos ouvirem: “Não joguem Tabuleiro Ouija!!! O DEMÔNIO está lá!!!!!!!” Muitos falam da necessidade de “jogar” em grupo, com no mínimo duas pessoas. Mas se quer um conselho, acho que o melhor é um mínimo de três e que sejam próximas e confiáveis. Poucos dizem o motivo para não se jogar sozinho. Eu não direi, farei melhor: Escreverei para você. A questão é bem simples, na verdade. Quando as pessoas juntam as mãos sobre a agulha, elas criar um vinculo energético que faz com que a entidade tenha muito mais dificuldade para se grudar em uma delas. Isso acontece porque ela não consegue localizar claramente qual energia é de quem e fica cercando o grupo sem conseguir se ligar. O mais sensível dessa forma terá uma proteção e conseguirá canalizar as respostas com o mínimo de dano – dependendo do sensitivo e da entidade, um dano sempre ocorrerá. Com pessoas próximas é muito melhor, pois as energias e auras irão se misturar com naturalidade oferecendo uma camuflagem mais confiável. Pessoas que não se conhecem terão mais dificuldade na mistura e poderá acontecer que a energia de um destoe muito das outras, o que dará oportunidade a um bote da entidade. Também pode acontecer em um grupo próximo, caso alguém fique com muito medo ou se abra demais para o espirito presente. E isso também acontece quando alguém desgruda a mão da agulha de maneira repentina. Então cuidado ao chamar aquele seu amigo medroso. Sempre lembre que é preciso pedir para sair e mesmo assim existem riscos. A possessão no “jogo” ocorre quando a pessoa se abre demais para a entidade presente – seja por medo ou para receber a mensagem mais claramente. A prática desse tipo de comunicação sempre deixará vestígios no campo áurico e etérico dos presentes, o que futuramente pode gerar doenças, mas que de imediato é percebido como dores e/ou dificuldade de respirar, como citado anteriormente.

Embora tenha uma série de perigos imediatos a pratica de Tabuleiro Ouija não leva imediatamente ou diretamente a morte ou suicídio - nenhum fantasma vai jogar uma faca em você. Mas, um obsessor adquirido nesse “jogo” pode sim levar à depressão, infortúnios e conseguintemente ao suicídio. Então aqui vai uma pequena lista do processo que tornará a prática um pouco mais segura aos corajosos – ou idiotas –, presentes nesse texto: 0 – Leia sobre obsessores. Um bom praticante sempre está preparado. 1 – Escolha pessoas que você sabe que não vão fazer piadinha. Ou se borrar de medo quando sentir a presença da entidade. 2 – Se não tiver nenhuma pessoa sensível às energias, todo o processo vai ser inútil. O que não quer dizer que iniciar uma sessão não irá atrair entidades para as proximidades. 3 – Faça um banimento antes de todo mundo chegar, ou com eles. O ideal é que eles não sejam completamente leigos. Mas talvez seja pedir demais. 4 – Façam breves alongamentos – ajuda a relaxar os músculos e a mente para um contato -, pergunte se alguém quer ir ao banheiro, e confira coisas triviais que podem fazer barulho ou assustar as pessoas no meio da sessão. 5 – Repasse uma breve oração para chamar a entidade – que pode ser de sua autoria, não seja agressivo ou autoritário demais. Esteja ciente que sempre atrairá mais de uma entidade, fora as que podem já ter vindo com vocês. A oração ajuda a conectar o grupo a um propósito. As mãos já devem estar na agulha. 6 – Tomem as posições e mexam o ponteiro de maneira a formar um ‘8’ deitado no tabuleiro, com leveza. Isso serve tanto para relaxar e aquecer os músculos do braço quanto para garantir que ninguém está pressionando demais. 7 – Inicie a sessão e comece a perguntar. Tenha paciência. Pode demorar um pouco até alguém conseguir se conectar. Sugira respirações profundas para relaxar os “jogadores” e os diga para seguirem qualquer movimento diferente do 8 que estão fazendo 8 – Finalize a sessão dando adeus aos espíritos. Se eles negarem, insista e - em ultimo caso- se achar que não irão liberar vocês, leve a agulha até o “adeus” no tabuleiro. 9 – Façam novamente alguns alongamentos e repita o banimento. Logo em seguida realize uma limpeza na aura de cada um. Se não sabe como fazer, vale a pena pesquisar. Isso irá lhe livrar – dependendo da sua capacidade – dos resíduos da entidade contatada. 10 – Faça uma limpeza no tabuleiro. Claro que você pode pular algumas dessas sugestões. Ou tudo... A escolha é sua. Mas lembre-se, a culpa será sua se algo acontecer com seus amigos desprevenidos ou a você. Tabuleiro Ouija não é um jogo. É uma ferramenta de comunicação. Também pode ser usado para contatar alguns de seus aspectos interiores - como o “Eu Superior”-, mas existem formas muito mais eficientes de contato. Futuramente falarei a respeito. A proposta aqui, como disse no começo, não é por medo – o mundo já tem medo suficiente -, esse texto serve para esclarecer alguns pontos importantes, pois sei que nenhum aviso ou alerta na internet irá impedir que as pessoas continuem praticando o contato. Quer fazer Tabuleiro Ouija ou Jogo do Copo? Okay, mas que faça com o mínimo de dano e com a responsabilidade que essa ferramenta exige.

Teoria sem pratica é morta, pratica sem teoria é andar em uma floresta sem conhecer os que querem lhe predar. Boas praticas e estudos à todos.

#TabuleiroOuija #obsessor #FerramentasMagicas #Energia #Espiritualidade #alerta #Estudos

© 2020

Arte, Magia & Liberdade 

Criado por Lua Valentia 

  • clube de autores
  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
  • SoundCloud ícone social
  • Spotify ícone social