Good Place e o heroísmo pósmortem


The Good Place é uma série que atualmente esta no catálogo Netflix em sua 2ª temporada e conta a história de Eleanor quando ela morre e acidentalmente vai parar no Lugar Bom. A série satiriza a ideia de vida pós morte que a maioria das pessoas tem e coloca as ações humanas como pontuações que ao longo da vida podem garantir uma vizinhança no Lugar Bom e reviver os melhores momentos de sua vida ou ir para o Lugar Ruim e sofrer os seus piores pesadelos.

Ao longo da série vemos que o credikarma não é o suficiente mas sim a intenção por trás da prática, vemos que pessoas que fizeram caridade acabam sendo mandada para o Lugar Ruim porque a intenção que tinhm eram apenas alimentar o ego e a raiva que tinham contra outras pessoas.

E isso é algo que me sempre fez pensar, o que adianta ajudar não sei quantas pessoas, expalhar um falso amor se a intenção por trás disso não é legítima? O que faz alguém que se sacrificou por outra pessoa melhor que um suícida? O "céu" na maioria das crenças não estaria disponível só para os legítimos heróis?

Ou isso tudo só não seria uma competição humana em algo que nos faz todos iguais: a morte. Por que a pessoa tem que estar infeliz só porque não morreu de acordo com a sua crença e você tem que se sentir melhor que ela por isso?

#reflexões #pósmortem #série

© 2020

Arte, Magia & Liberdade 

Criado por Lua Valentia 

  • clube de autores
  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
  • SoundCloud ícone social
  • Spotify ícone social