Ritual: A Conjuração de Nemesis



Neste ritual, a Deusa Grega Nêmesis, uma divindade do destino e da vingança, é vista no papel de ser o oposto complementar do ego -- referindo-se ao eu interior como o centro de ambas as personalidades. Hábitos e ações tomadas contra os desejos reais criam o oposto no mesmo grau e, portanto, formam uma anti-personalidade do ego, que neste caso é identificado com o princípio de Nemesis.

Perturbações no plano da realidade devido a ações contra os desejos subconscientes podem ser eliminadas pela união ritual com este demônio-irmã / irmão pessoal e permitir que alguém alcance seu interior, que é definido como o valor médio de ambas as personalidades. O efeito deste ritual, se executado corretamente, seria, por definição, fatal. Portanto, a operação é estritamente limitada à parte da psique que o mago deseja explorar. Um sigilo que representa esta parte da psiquê é ativado à força durante o ritual para que o mago possa buscar respostas para seus problemas dentro da área escolhida na personalidade. Nenhum desejo específico pode ser usado para este propósito, apenas os gerais. Esta é uma restrição necessária para evitar ser oprimido por quaisquer efeitos desagradáveis. O mago deve estar ciente disso ao construir o sigilo.

Faça o sigilo antecipadamente, antes do ritual.



Conjuração Nemesis:


1. Banimento.

2. O ritual é realizado sentado no chão na postura da Runa Perthro. A cabeça pode repousar na parte inferior dos braços e o rosto deve ser coberto pelo capuz do manto.




Declaração de intenção: É MINHA VONTADE DAR UM PASSO RUMO AO CENTRO DE MEU SELF POR UNIÃO COM MEU OPOSTO ATRAVÉS DESTE SIGILO!

O encantamento é dado durante a visualização de uma figura alada do gênero oposto que se aproxima do mago. A figura usa o sigilo escolhido em seu peito e é bela e aterrorizante ao mesmo tempo.


Der Spiegel (Tradução)

Olhe no Espelho

Viu seu Rosto?

Olhe no Espelho

Não reconhece esses seus olhos?


Viu as Lágrimas

negras como a Noite?

Ouviu a voz?

Ouviu como ela ri?


É a Máscara,

a Máscara que você veste

e os Sentimentos,

Sentimentos que você não entende.


Vença a Dor

A Dor que em você se prendeu

Vença o Medo

O Medo que a você tanto atormentou



Encantamento:

Venha a mim, Nemesis, irmã poderosa, assustadora e amada.


Venha para mim, Nemesis, você, que é a deusa do meu deus, você, que é o demônio do meu demônio.


Venha para mim, Nemesis, você, que é o demônio do meu deus, você, que é a deusa do meu demônio.


Venha a mim, Nemesis, você, que é parte de mim que eu não sou, você, que é o contrapeso nas escalas do meu destino.


Venha para mim, Nemesis, você, cujas asas nos levam para o nosso Kia central mútuo.


Venha até mim, Nemesis, você, que é meu maior medo, você, que é meu desejo final. você, com quem se unir é o suspiro de êxtase e o silêncio da morte.


Venha até mim, Nemesis, pois você é o meu caminho e eu sou o nosso objetivo. Eu convido você para me encontrar neste sigilo.


Venha até mim, Nemesis, e guie-me através deste sigilo para o nosso Kia central mútuo!


Comece a hiperventilação durante a leitura do encantamento. Respiração recomendada:



A figura visualizada com o sigilo se aproximando cada vez mais para finalmente derreter em seu próprio corpo. Quando este ponto for alcançado, grite:


ZodACAM VaPAAHe ANANAEL ZoDA Ah!

(Eu movo as asas da sabedoria secreta dentro de mim!)


Banimento e / ou riso.


Adaptado do Chaos Matrix

Copyrights

© 2020

Arte, Magia & Liberdade 

Criado por Lua Valentia 

  • clube de autores
  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
  • SoundCloud ícone social
  • Spotify ícone social