Magia do Caos, o movimento antifascista e a Corrente 108



Em seu blog Cinegnose, na revista Fórum, Wilson Ferreira analisa o livro “Dark Star Rising”, a respeito de como a Magia, mais precisamente a Magia do Caos, e o Oculto levaram Trump e “Alt-right” ao poder.

Wilson é conhecido pelo seu vasto conhecimento em semiótica, a ciência que estuda os signos. Seu trabalho é analisar como tais signos influenciam a cultura e a política.

Sem sombras de dúvidas, Magia do Caos é sim usada por pessoas da ultradireita, especialmente pelo seu poder de multiplicação de ideias condensadas a partir de memes e de sigilos.

Trump e Bolsonaro nada mais são que memes que foram eleitos.


Liber Null e Psiconauta

Magia do Caos também é conhecida por incentivar Teorias da Conspiração. O livro chave, Liber Null e Psiconauta, descreve amplamente como os líderes religiosos usam teorias da conspiração para entreter seus súditos e assim espalhar novos paradigmas de pensamento.

A maior ameaça à religião é o entretenimento

Liber Null e Psiconauta


Precisamos entender que os métodos ensinados pela Magia do Caos também estão amplamente presentes no marketing, na psicologia de massas e na comunicação social em geral.

Magia do Caos não tem, a priori, um partido político ou uma filosofia que a guia, pois trata-se de um metassistema que usa a crença como ferramenta para atingir um determinado objetivo.

O que o senhor Wilson escreveu deixa a entender que a Magia do Caos está enfestada de fascistas, o que não é a verdade. Os fascistas existem, de fato, em todo lugar, porém há um movimento antifascista ainda maior dentro da Magia do Caos.


Símbolos fascistas


analisamos aqui neste blog a Magia Memética e o culto a Kek que elegeu Trump. O autor, Caio Domingues, afirma:

Ocultistas apoiadores do candidato Donald Trump então se reuniram para a criação de uma egrégora. No ocultismo, uma egrégora é uma entidade psíquica autônoma com o poder de influenciar eventos ou os pensamentos de um grupo de pessoas, geralmente criada por uma congregação de magos ou feiticeiros para materializar algum objetivo específico. Já perambulava pela internet desde 2005, um meme conhecido com o Pepe The Frog (Sapo Pepe), originalmente personagem da série de histórias em quadrinhos Clube do Menino, criado pelo artista Matt Furie, tornou-se viral ao longo de 2008. Associado a onomatopéia “kek”, uma espécie de risada virtual que havia surgido já a muito tempo em MMORPGs para contrapor a “LoL”, acrônimo para laugh out loud, que em português significa "muitas risadas". Não tardou para que esse mascote tão comumente utilizado na internet por grupos de ultra-direita da internet fosse convertido na egrégora em questão.

Resumindo, a ultradireita criou o sapo Pepe, que se tornou pró-Trump e também passou a representar o nazismo e o fascismo. Pepe viralizou e seu poder como meme acabou ajudando a eleição de Trump.

Para contrapor os símbolos da ultradireita, magistas passaram a criar símbolos antifascistas. Agora nós iremos analisá-los.


Mia, a Gata Antifascista

Imagens de vários gatos começaram a ser usadas como símbolos da luta antifascista.

A hashtag: #catsagainstfascism se tornou viral e muitas artes foram usadas com este propósito mágicko de espalhar a ideia.




Já existe a campanha: gatos contra fascismo! Ela foi adaptada para o Brasil como Gatos contra o Bolsonaro! O símbolo da ultradireita é um sapo Pepe! O símbolo antifascita é um gato, a Mia! Para participar é muito simples: basta tirar foto com seu gato com uma plaquinha escrita: Gatos contra Bolsonaro e colocar junto com a hashtag: #gatoscontraBolsonaro nas redes sociais!


Movimento brasileiro caoísta antifascista

No Brasil, o grupo mais influente sobre Magia do Caos é completamente antifascista. Ele segue a Corrente 108, filosofia que prega o cuidado pela Natureza e pelo outro. O grupo de Facebook contém mais de 25 mil membros. Nele não é permitida a entrada de apoiadores do Bolsonaro. Trata-se de um local no qual ações mágickas e virais contra o governo Bolsonaro e outros fascistas são discutidas. Milhares de magos e bruxas se reúnem para atacar a egrégora bolsonarista.


A Corrente 108

A Corrente 108 é para todos aqueles que acreditam na Declaração Universal dos Direitos Humanos, na prática da liberdade sadia, e também para todos aqueles que querem uma vida em simbiose com a Natureza.

A Corrente 108 quer trazer o animismo para a Magia do Caos, bem como conceitos a respeito de biomimeses, permacultura, solarpunk entre tantos outros.

Solarpunk é um movimento que encoraja visões otimistas do futuro sob a luz das presentes questões climáticas, tais como mudança climática e poluição, bem como desigualdade social. Solarpunk engloba uma multitude de mídias tais como literature, arte, arquitetura, moda, música, e jogos.

Faulmensi Abdano

Este ser funciona como uma verdadeira bomba mágicka na qual estão condensados o sigilo, a sua forma astral (servidor) e até mesmo o mantra mágicko em seu nome. Ou seja, este ser é ao mesmo tempo um sigilo, um servidor e um mantra. A ideia de condensar 3 conceitos num só é para que torne sua propagação o mais simples e mais rápido possível. Portanto, você pode e deve tratá-lo como quiser dentro da magia, visto que este ser é altamente maleável, simples e minimalista do ponto de vista prático e mágicko. OU SEJA, este servidor/sigilo/mantra requer pouca ou mínima energia para ser ativado/energizado/jogado no universo e no inconsciente. Não é necessário que se atinja o estado de consciência alterado, pois este ser foi criado com uma inteligência acima da média, de modo que ele funciona de forma subliminar. Apenas o ato de OLHAR para este ser já ajuda a espalhar sua mensagem. Este ser foi criado para atacar a egregóra bolsonarista e ao mesmo tempo energizar a egrégora contra bolsonaro. Portanto se você é do time #ForaBolsonaro você já vai se sentir animado/empolgado para usar este ser e ajudá-lo a se reproduzir. Este ser foi criado para se autoduplicar e atacar a egrégora alheia cada vez que for compartilhado.

Manual da Baderna Mágicka

O podcast Magickando, a respeito de ocultismo, criou um Manual da Baderna Mágicka com instruções de uso para o sigilo Avantyr. Leia aqui se quiser saber mais a respeito.

Sugerimos trabalhar com um servidor coletivo: Avantyr. Este servidor foi criado com os seguintes objetivos e com as seguintes programações: • Combater a censura e defender a liberdade de expressão; • Minar a alienação ideológica, estourando bolhas de extremismo; • Proteção dos direitos garantidos pela Constituição de 1988; • Respeito à individualidade sem prejudicar o coletivo; • Agrupamento de pessoas favoráveis à causa; • Reforço de posicionamentos claros, afastando pessoas fora de alinhamento; • Quebra de certezas e de paradigmas. A essência de Avantyr é reconhecer que estamos no fundo do poço, mas que podemos sair dele, com as cabeças erguidas. Ele protege a criatividade, o criativo e a criação. Ele reforça a justiça onde ela é devida. E não tem medo de quebrar ovos para fazer uma omelete – desde que sejam os ovos do inimigo. Avantyr é viral, rizomático, percuciente. Ele precisa se espalhar para aumentar seu alcance e seu poder. E quem pode ajudá-lo a se espalhar é você.

O Regicida

O blog O Caos de Sempre criou um servidor chamado O Regicida também antifascista. Se quiser saber mais, leia aqui. Segundo o blog:


"Regicida é um servidor* que trabalha diretamente combatendo fluxos energéticos ligados à opressão sistemática sobre a parcela da população invisibilizada e coagida pelo Estado. O Estado é uma egrégora e toda egrégora é como um corpo, só que feito de energia (psíquica, espiritual, emocional…), possui órgãos com funções variadas trabalhando em conjunto para a manutenção de sua própria vida. Quando “atacado” por algo externo, que não pertence ao seu próprio sistema, toma atitudes extremas, como a febre que pode ser traduzida pela truculência da polícia, ou como ínguas que podemos traduzir como burocracias demasiadas com a função de dificultar o andamento de procedimentos importantes para aqueles que a validade de opinião é desconsiderada, mas são válidos como força de trabalho. Levando em consideração que aquilo que não tem fluxo energético fica “estéril”, o objetivo principal é servir como um torniquete que impossibilita a circulação de sangue (ENERGIA) em um membro no corpo do Estado resultando em NECROSE ENERGÉTICA e na única possibilidade de AMPUTAÇÃO do membro necrosado, extirpando membro após membro até que morra e de sua carcaça apodrecida a natureza utilize o que sobrou para dar vida ao novo. Um novo feito dos que se mantiveram vivos e resistentes: NÓS! Palavra chave da função do Servidor (Tanto em coletivo quanto no individual): EQUIDADE"


Guerra mágicka

Trata-se de uma guerra de crenças, de símbolos e de narrativas. A guerra mágicka entre egrégoras chega a ser exaustiva para os magistas em linha de frente, aqueles que encabeçam ações. Porém ela precisa ser tomada, uma vez que as ações estúpidas do fascismo se alastram a todos os níveis.


Conclusão

Não é correto dizer que a Magia do Caos em essência é fascista ou antifascista. Podemos dizer que há várias correntes de pensamento dentro da Magia do Caos que refletem o que está ocorrendo agora na sociedade e no mundo em geral. É correto dizer que existem correntes lunares e solares dentro da Magia do Caos e que este blog obviamente segue a corrente lunar 108. Caso você saiba de mais manifestações antifascistas, deixe nos comentários que eu adorarei ler.


© 2020

Arte, Magia & Liberdade 

Criado por Lua Valentia 

  • clube de autores
  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
  • SoundCloud ícone social
  • Spotify ícone social