top of page

Ocultista Victor Samedi: assassino

Atualizado: 31 de mar. de 2023


O ocultista de 37 anos, identificado como André Ávila Fonseca, também conhecido como Victor Samedi nas redes sociais, está sendo procurado pela Polícia Civil de Porto Alegre sob suspeita de assassinar sua namorada, Laila Vitória, de 20 anos. O crime ocorreu no bairro Lomba do Pinheiro na madrugada do último domingo (26). As buscas pelo suspeito estão em andamento desde então.


André e Laila se conheceram pela internet e mantinham um relacionamento à distância, já que a vítima residia no interior do Pará. Em fevereiro, ela viajou para Porto Alegre, com retorno previsto para o final de março. A investigação revelou que o casal aparentava se dar bem, mas André se tornava agressivo quando consumia bebidas alcoólicas e medicamentos controlados.

Conhecido nas redes sociais como "mestre bruxo em necromancia", André possui mais de 34 mil seguidores em um perfil no Instagram e 10 mil em outro. Ele afirma ser especialista em casos de saúde graves, destruição, vingança e quebra de feitiços. No entanto, a Polícia Civil descartou a possibilidade de o crime ter sido motivado por rituais religiosos, tratando o caso como feminicídio.


A delegada Cristiane Ramos, responsável pela investigação, declarou que, apesar de André ter criado uma religião e atraído seguidores pelas redes sociais, não foram encontrados indícios de ritual no local do crime. A suspeita é de que ele tenha utilizado uma espada para assassinar a vítima e, em seguida, queimado parcialmente o corpo na lareira.

André já havia sido condenado por uma tripla tentativa de homicídio em 2007 e estava em regime semiaberto, monitorado por tornozeleira eletrônica desde 9 de janeiro. No entanto, o contato com o aparelho foi perdido momentos antes do crime, levantando a suspeita de que ele o tenha rompido.


O advogado de defesa de André, Jean Maicon Kruse, negou as acusações e afirmou que seu cliente não praticou os atos como foi divulgados pela imprensa. A defesa também negou que os fatos investigados tenham motivações religiosas ou que Laila tenha sido mantida em cárcere privado.


Atualização do caso


A Brigada Militar prendeu André Ávila Fonseca, de 37 anos, na tarde de quarta-feira (29), por assassinar sua namorada, Laila Vitória Rocha Oliveira, de 20 anos, no último sábado (25) em Porto Alegre. O homem, que se diz bruxo e era conhecido como Victor Samedi nas redes sociais, estava foragido desde o dia do crime, e foi capturado perto da residência onde morava, na Zona Leste.


O caso está sendo investigado como feminicídio, e Fonseca confessou o crime em depoimento. Segundo informações, Laila, que morava em Parauapebas, no Pará, estava visitando Fonseca em Porto Alegre. Durante a estadia, ele apresentou comportamento controlador e abusivo. Laila planejava voltar para sua cidade natal no dia 29, mas foi morta com um golpe de uma faca longa, como uma espada.


A polícia foi chamada por vizinhos que ouviram gritos vindos da casa. O corpo de Laila foi encontrado parcialmente carbonizado em uma lareira. Apesar do suspeito se autointitular "mestre bruxo em necromancia" nas redes sociais, a polícia afirma que o homicídio não envolveu nenhum tipo de ritual.



O canal Specula procurou alertar sobre Victor na Samedi nos seguintes vídeos:


Ataul

(Foto: Victor Samedi ou André Ávila)



© Copyright
bottom of page