top of page

Ser pós-moderno é ruim? Magia do Caos é ruim?

Magia do Caos é um metassistema pós-moderno. Em muitas ocasiões, vemos pessoas que têm um conhecimento supérfluo de filosofia e das artes falar a respeito da pós-modernidade como se este movimento fosse "ruim, plastificado e inconsistente". Ser pós-moderno, na boca dos medíocres, virou uma espécie de xingamento. Mas será isto mesmo?


A arte pós-moderna é:

  • Eclética

  • Sem regras definidas

  • Sem hierarquia


Segundo um artigo escrito pela artista Laura Aidar, a arte pós-moderna "explora o lúdico, o humor, a metalinguagem, a pluralidade de gêneros, a polifonia, a intertextualidade, a ironia, as fragmentações e desconstruções de princípios e valores."

Não poderia descrever a Magia do Caos da melhor forma. A Magia do Caos de fato adora o humor, a pluralidade e a desconstrução. A Magia do Caos não se importa com a moral imposta pela sociedade. Também usa muito de intertextualidade e de mídias diferentes, visto que a Magia do Caos é o sistema mais tecnológico e atual que existe.

Este tipo de arte não é exatamente uma novidade. Teve seu começo na década de 60 e evoluiu para o que conhecemos hoje. Assim como a Magia do Caos começou na década de 70 e cresce a cada dia.

Um exemplo de como a pós-modernidade pode ser elegante e interessante é a arquitetura.

Melbourne é uma cidade bastante pós-modernista. Basta andar por suas ruas à noite para você entender a mescla de luzes, prédios antigos e pós-modernos. De fato, a arquitetura pós-moderna é o que mais me chama a atenção. O centro de Melbourne é um exemplo do pós-modernismo em toda a sua glória.


Centro pós-moderno de Melbourne visto de cima.


Sydney também não fica atrás de Melbourne neste quesito.

Sydney Opera House é um dos exemplos da arquitetura pós-moderna de sucesso.

Estou colocando estes exemplos de cidades australianas apenas como um contraponto às acusações de que ser "pós-moderno" é ser "inferior" ou desqualificado. Isto não é verdade. De fato, na pós-modernidade você pode colar uma banana na parede e chamá-la de arte, como também pode ter monumentos mais belos do mundo.

Isto é a Magia do Caos. O que vai definir se o magista é quem cola a banana na parede ou constrói um monumento é o resultado que ele carrega para a sua vida, e não regras impostas.

Da próxima vez que seu colega virar a cara para "pós-modernismo", mostre a ele este texto. :P

1 comentario


Márcia Queiroz
Márcia Queiroz
07 jul 2021

Excelente!

Me gusta
© Copyright
bottom of page