Somos oráculos e não deuses



Você tem as suas opções, como aplicará a sua vontade? O que você fará? As escolhas são suas.


Há um tempo atrás uma cliente antiga me procurou para conversar um pouco sobre os oráculos, enquanto tomávamos um café, ela me questionou:


“ISA, PORQUE O ORÁCULO NÃO ME MOSTRA AQUILO QUE EU QUERO? POR MAIS QUE EU DESEJE UM SIM, EU RECEBO UM NÃO, POR MAIS QUE EU MENTALIZE UM AMOR, ELE ME MOSTRA APENAS DISTANCIAMENTO. A VONTADE NÃO É ESSENCIAL PARA A MAGIA? ELA É SUFICIENTE PARA ALTERAR A VIDA?”.


Após um minuto de reflexão eu respondi: “Simples, a nossa vontade é relevante, mas existem certos processos que precisam de mais do que apenas a vontade. O seu destino é feito em grande parte por você, mas ainda, por vivermos e convivermos em sociedade, sofremos a influência de terceiros. Eu creio que no caso, seja a combinação da vontade aplicada a atos, mas lembrando que temos, ainda, as ações e reações de terceiros.”


“Por mais que você mentalize um sim para a sua resposta, se essa não for a previsão correta, por mais que você esteja tentando influenciar o oráculo, você estará mentindo apenas para você mesma”.


Ela continuou:


ENTÃO, O DESTINO DEPENDE DA MINHA VONTADE?


“Sim e não, o que é destino para você? Na minha concepção existem infinidades de possibilidades que podem ocorrer em nossas vidas, mas existem pontos fixos. Um deles, por exemplo, é a morte”.


“Existem coisas que dependem da nossa vontade, mas existem coisas que deveriam acontece”.


Ela respirou fundo voltou a questionar:


SE TUDO É INCONSTANTE E DEPENDE DE VONTADES, OS PROCESSOS ORACULARES SÃO MENTIROSOS?


Respondi: “Não, querida, não são. Os processos oraculares muitas vezes vão mostrar prováveis resultados com base nas nossas ações e reações. Muita coisa muda de acordo com a nossa vontade e a vontade dos outros. Se hoje alguém afirma que não te ama e o oráculo presencia isso, mas você faz algo para atingir a vontade dessa pessoa, o oráculo também mudará, porque houve uma mudança prática”.


“Eu não seria um bom oráculo se mostrasse só aquilo que você sente prazer em ver, mas o oráculo vai mostrar aquilo que você precisa saber, independente da dor ou alegria”.


ENTÃO, ISA, OS ORÁCULOS RESPONDEM ÀS NOSSAS AÇÕES E AÇÕES DE TERCEIROS? AQUELAS QUE SÃO MAIS PROVÁVEIS, MAS COM PEQUENOS OU GRANDES PONTOS DEFINIDOS DEPENDENDO DA SITUAÇÃO? - ELA ME QUESTIONOU


“Na minha concepção? Sim. Se um oráculo prevê que você corre o risco de sofrer um acidente de carro, mas você decide ficar em casa, será que algo não mudou? É claro que mudou”.


A questão da reflexão dessas lembranças são as cobranças em relação aos oráculos, aos tarólogos, aos que realizam processos adivinhatórios.


Essas pessoas não são deuses que tecem a linha da vida e conseguem alterar a realidade

conforme a sua vontade.Pessoas como nós mostramos flashs do futuro, damos conselhos de como tentar resolver situações, buscamos orientar as pessoas com base nas linhas dos tempos.


Algumas pessoas cobram os tarólogos como se o que disséssemos fossem sentenças, não é bem assim.


Nós não somos juízes de nada.


Nós não podemos moldar a linha do tempo de informa inconsequente, não podemos ocultar situações de vocês ou mentir em uma consulta para te agradar.


Assim como nós não vamos dizer com absoluta certeza se não dará certo, porque absolutamente tudo pode mudar e tudo é inconstante, porque a vida é um dois de ouros.


Sempre me perguntam:


Eu DEVO fazer isso?


O tarot nunca vai dizer que você DEVE FAZER ALGO, ele deixa aberta a oportunidade de você não fazer, sabendo que a escolha é sua e é você quem faz a sua vida, assim como você sofre as próprias consequências.


Você tem as suas opções, como aplicará a sua vontade? O que você fará? As escolhas são suas.




© 2020

Arte, Magia & Liberdade 

Criado por Lua Valentia 

  • clube de autores
  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
  • SoundCloud ícone social
  • Spotify ícone social