top of page

Uma experiência com a tempestade: Uniwmoto.



Como a descrição de Lua Valentia indica, Uniwmoto, o servidor da Specula criador para o controle do tempo, é um tipo bastante difícil de controlar. Coincidências à parte, minha cidade recebeu, a poucos dias atrás, um alerta de tempestade, com ventos fortes, trovões e muita chuva. Amedrontado, e ao mesmo tempo inspirado, resolvi me aventurar com o servidor e tentar influenciar a tempestade de algum modo. O que narro a seguir é minha percepção dos fatos desenrolados, e que agora percebo como foram melhor conduzidos pelo ritual com o servidor Uniwmoto. A invocação dos elementos que está contida no ritual indicado por Lua Valentia no site da Specula, amplifica o efeito que procuro apresentar em meu relato, pois o emprego de energia mental in loco em uma manifestação física é algo muito difícil e complexo, além de ser, em alguma medida, perigoso. Acrescento a isso a dificuldade que o simples controle dos elementos da matéria representa para a maioria dos magistas e aspirantes. Um servidor que canalize essa energia mental e funcione como uma espécie de "catalisador elemental" facilita como nunca as aventuras de controlar o tempo. Segue o relato:

A previsão de tempestade realmente se confirmou. Pude ver a imensa nuvem negra formando um bloco gigantesco no horizonte, uma massa densa que prometia uma tempestade daquelas. Gosto muito de contemplar e utilizar fenômenos de apofenia sempre que os percebo, e fiquei contemplando as figuras que se formavam em decorrência do movimento de aproximação da tempestade. Já havia feito o ritual de Uniwmoto e me concentrava na percepção da experiência. Procurar formas em nuvens é uma forma bem antiga de divinação (nefomancia), além de ser uma ótima maneira de entrar em transe (gnose, baby!!). Cuidado apenas com as condições climáticas, não se exponha ao sol de forma inadequada, nem fique exposto a situações de perigo iminente, como ventos fortes e raios.

Pude ver uma imagem de algo que me pareceu como a cabeça de um lobo, puxando todo o bloco de nuvem para a frente; neste momento fui subitamente conectado a uma forte sensação de energização, muito semelhante aquela que experimento nas práticas mágickas, exercícios e banimentos. No entanto, essa era uma sensação extremamente mais forte, e que parecia me conectar à tempestade. Era uma sensação boa, muito energizante, e também relacionada à percepção de um enorme poder. Fiquei por um tempo explorando a sensação, me conectando a ela, e tentando compreendê-la. Essa concentração me levou a um pequeno transe, e podia ver ao longo do bloco de nuvens uma série de imagens, rostos, cabeças de animais, e a grande cabeça de lobo conduzindo toda essa marcha de energias. Sem hesitar, comecei a pronunciar o seguinte: "poderosa tempestade, nos abençoe com sua chuva, mas não nos destrua, nós te honramos". Repeti esta frase por umas 10 vezes, explorando a sensação que me conectava aquela tempestade, procurando fazer a frase se expandir como uma vibração que pudesse alcançar a tempestade. Respirei profundamente por alguns instantes e voltei para dentro de casa. Em aproximadamente trinta minutos, caiu apenas uma boa chuva, sem ventos, trovões, etc. Toda a região vizinha, municípios, e zonas rurais próximas, foi atingida por fortes tempestades, mas a cidade onde moro não. Sendo um sucesso meu ou não, achei que a história merecia ser contada, além do fato de que pretendo repetir o exercício em mais ocasiões.


Esse banimento depende do uso de seu poder de empatia. Importante estudar e aprimorar a empatia, que é o reconhecimento e a identificação positiva da alteridade, um sentido mais amplo de compreensão do outro. Utilize o sentido de apofenia tentando encontrar a "face" da tempestade, uma primeira localização amistosa, que pode ser um rosto, um olho, uma face, máscara, um qualquer coisa que lhe seja familiar. Tempestades são entidades bastante complexas, envolvendo diversos aspectos da natureza, divindades, energias canalizadas de formas-pensamento, etc… Tudo isso contribui para a formação de uma massa densa e concentrada. Uma vez formada, uma tempestade adquire uma forma de proto-consciência, que mantém sua existência apenas enquanto prolonga sua ação sobre o mundo. Em outras palavras, a tempestade vive em função de seu colapso, que é quando libera sua energia. Há uma grande tensão retida na tempestade, tensão que pode ser dissipada, por exemplo, jogando nela uma emoção dominante. Vamos lá: A energia de uma tempestade é uma miríade de emoções, energias, intenções conscientes ou não, formas-pensamento parcialmente manifestas a partir de lixo mental, tudo o que é produto do mental e que não tem condições de se sustentar plenamente de forma individualizada, e termina por se aglutinar em uma grande massa etérica, constituída basicamente de água (condutor universal). Não estou falando de uma simples chuva, ou mesmo de um pequeno temporal, estamos falando de uma Tempestade com T maiúsculo.


Todas estas manifestações podem se acumular e podem englobar uma forma passageira, que pode ser absolutamente qualquer coisa (eu vi um lobo!) . Mas toda essa "organização" tende, naturalmente, ao colapso. O início desse colapso é também o anúncio da tempestade, que se derrama, renovando as energias, dispersando seu conteúdo em pequenas partículas que podem ser novamente assimiladas por toda a vida. O problema é a destruição que acompanha esse processo, pois essa quantidade enorme de energia provoca bruscas mudanças de temperatura, deslocamentos de ar, fenômenos elétricos, além de acumular enormes quantidade de água, que provocam inundações e outras coisas do gênero. Embora possua uma espécie de proto-consciência, uma tempestade geralmente funciona como um carro desgovernado (não estou considerando apenas tempestades propositalmente evocadas e controladas por magistas), dado que as energias que se encontram nela estão unidas apenas pela tensão que carregam. Vamos lá, se o magista consegue encontrar um ponto de acesso a massa de energia da tempestade, também poderá imprimir uma direção a ela, talvez dizer onde deve cair, com que força, etc. Confesso que nunca tentei outra ação que não fosse acalmá-la, enviando a ela uma orientação de que não despejasse sua fúria sobre nós. Essa orientação, feita da maneira correta (gnose), cria um efeito cascata dentro da tensão energética contida na tempestade, alinhando toda a confusão do emaranhado de formas-pensamento em uma única e progressiva direção, que pode ser a de pacificação. Ao estabilizar a tensão contida na tempestade, o efeito é a dissipação de toda a massa aglutinada, cumprindo a função de dissipar as energias em pequenos fragmentos, o que aconteceria de qualquer maneira, porém, sem a destruição e a violência original da tempestade.


Wne trahumo!


Sigamos fortes e orgulhosos, insuportáveis! Glória Regali!


Choyofaque.

M:.W:.


3 Comments


Insuportáaaavel!!! Hahaha Adoro!!!! Muito bom, amei!! Nossa, me remeteu a tantas coisas! hehehe

Like

Rodrigo DV
Rodrigo DV
Sep 24, 2021

Texto fantástico. Quando começa temporal faço trabalho de evocação dos elementais dos ventos com intuito de acalmar (conforme Jesus fez pra acalmar a tempestade). Mas percebo que tenho que ficar fazendo 30, 40 minutos o mesmo processo. Acalma e volta, acalma e volta (creio devido meu poder magnético não alcançar o todo dessa massa (temporal). Depois escuto a devastação que fez em localidade vizinhas e me pergunto: Será que ajudei a passar pra frente e sou responsável indiretamente a desgraça ocorrida nessa localidade vizinha que deveria ter sido na minha?

Like

Amei seu relato, Modo! Eu estava justamente pensando em ativar esse servidor da Lua, mas para amenizar um pouco o calor... Passo até mal. Enfim. Lembrando que apoiamos suas aulas de filosofia, mitologias, literatura, no Coven! 👏👏👏 Hahahah 🤗🌟 Choyofaque! 🙏🔥

Like
© Copyright
bottom of page