top of page

Vero: descobrindo a Magia do Caos

RESENHA DO LIVRO VERO DE LUA VALENTIA

*Por Hélvia Schneider


Imagem: Capa do do livro Vero

Descrição da imagem: o livro possui formato quadrado com fundo preto e desenhos nos quatro lados. No centro vemos em tamanho grande o título do livro e embaixo (com letras em tamanho menor), o nome da autora.



Um lápis ou caneta sobre o papel renderam para a humanidade uma infinidade de perspectivas sobre a vida e sobre nós mesmos.


A literatura possui muitos caminhos, seja através da ficção, Filosofia, História... até os manuais e dicionários. Ah! Os manuais! Quando bem feitos, podem se tornar uma porta segura para novos mundos, nos oferecendo conhecimentos básicos que nos dão a autonomia, direção e o suporte para seguirmos nossos objetivos de estudos, práticas e trabalhos. É um livro assim, carregado de indicações e boa bibliografia, que me faz escrever esta resenha.

Em seu livro “Vero” a autora e ocultista Lua Valentia nos traz, de maneira muito objetiva, os caminhos iniciais para aqueles que desejam conhecer e praticar a Magia do Caos. Iniciando a partir da História deste sistema mágico, passando por aspectos filosóficos até os primeiros magistas do sistema, a autora nos garante uma cronologia linear e bem fundamentada daquilo que qualquer indivíduo que se inicia em alguma arte mágica deveria ter: uma base sólida e lúcida de quem veio antes, para que tenhamos consciência de para onde desejamos seguir. Sua base filosófica, repleta de referências, não apenas demonstra seu conhecimento sobre o assunto, como nos propõe buscarmos, por nós mesmos, todos estes autores, para assim refletirmos e tirarmos nossas próprias conclusões. O livro é muito bem estruturado, dedicando capítulos inteiros somente aos aspectos teóricos, filosóficos e históricos do sistema caote, enquanto que, nos capítulos seguintes, todos sempre embasados numa bibliografia de referência, nos trazem diversos conceitos próprios à natureza do sistema mágico, até alcançar o que, a meu ver, é a cereja do bolo deste livro: a prática mágica.

Iniciei este texto apontando a importância de um bom manual, e um bom exemplo dele é este livro. Se por um lado, como expressei aqui, ele apresenta uma base bibliográfica preciosa para a introdução de um indivíduo no mundo da Magia do Caos, de maneira consciente sobre este sistema, por outro, o livro também nos traz exercícios e receitas práticas que, mais do que uma opção a serem realizadas, deveriam ser obrigatórias para quem está se iniciando. Segundo a própria autora, magia é prática, e ela não nos nega isso em momento algum. Boa parte dos capítulos seguintes são verdadeiros “faça você mesmo”. Fruto de muito conhecimento, inspiração e vivência na magia, as instruções que se seguem nos revelam uma visão pragmática, metódica e muito lúcida a respeito da prática mágica, razão pela qual passei a admirar esta obra ao fim da leitura.

Mas afinal, o que encontraremos no livro?

Os 6 primeiros capítulos do livro dizem respeito à História e teoria da magia do caos, enquanto que o 7 nos apresenta o sistema de maneira exemplificada e comparada à própria religiosidade sincrética brasileira, mas é também neste capítulo que iniciamos uma jornada de introdução à prática, com a autora já nos orientando no uso do diário onírico, energização, banimentos, prática mágica (onde ela reforça a prática da meditação), o exercício físico, a leitura/relaxamento antes de dormir, o cronograma semanal e mensal.

Observando esses pontos iniciais, fica claro por que o capítulo seguindo (8) é nomeado como FOCO E DISCIPLINA, duas atitudes pertinentes para quem deseja se desenvolver na magia e cuja necessidade a autora não esconde. Aqueles que almejam realizar um bom trabalho precisam ter em mente que se tornar um magista competente requer esforço, estudo e prática, o que exigirá foco e disciplina por parte do indivíduo.

O capítulo 9 (armadilhas prejudiciais), assim como em muitos outros momentos mais pessoais da autora, é quase uma conversa, onde ela compartilha conhecimentos e conselhos pertinentes, não apenas para a magia, mas para a vida. E isso é outro ponto que acho relevante na leitura deste livro, o quanto aprender magia requer aprendermos sobre nós mesmos, e não à toa, o livro conta com capítulos específicos apenas para tratar de autoconhecimento que incluem exercícios passo a passo sobre como trabalharmos nossas sombras.

No capítulo 10 em diante, a autora nos apresenta diferentes campos da magia como a tecnomagia, o uso de geometrias sagradas, sigilos até o estado de gnose. Assim, ela nos traz um pequeno glossário de vocábulos próprios do sistema caote, nos servindo a base para mergulharmos neste vasto mundo que é a Magia do Caos. Junto a isso, somos convidados a desmistificar crenças e conceitos pré-estabelecidos pela cultura judaico-cristã que permeiam nossas vidas e educação.

Chamou-me a atenção o capítulo 11, “Magia do caos e política”, que nos remete diretamente àquelas velhas discussões sobre política e religião, ou política e qualquer tipo de fé inabalável, como se fosse possível separarmos as discussões entre ambas. Para isso, a autora nos apresenta dois importantes Magistas do Caos e algumas de suas teorias políticas para o mundo, a partir de suas perspectivas caóticas. São eles Peter Caroll e Hakim Bey. A partir deles, a autora expõe, de maneira lúcida, o quanto a política pode ser muito mais as atitudes do dia a dia, do que apenas o voto ou partidos políticos. Sua análise faz-me lembrar da memorável frase do educador brasileiro Paulo Freire “Viver é um ato político”, e do quanto nos abstermos de uma posição hoje é cada vez mais, nos tornarmos coniventes com o pior do nosso sistema.

Para concluir, é importante que pensemos o presente livro como uma introdução à Magia do Caos, com uma linguagem acessível e um conteúdo construído de forma muito simples e compreensível, o que não deve ser confundido de maneira alguma como simplório. Às vezes pode ser mais fácil utilizarmos de nossos conhecimentos e tornar a escrita muito mais complexa, sem pensarmos naqueles que irão usufruir dela, por isso, destacar o quando esta obra, embora densa de conteúdo, se mostra de fácil leitura, reafirma o meu apontamento inicial: uma leitura de introdução ao sistema da Magia do Caos. Inteligente, inclusivo, pertinente e necessário.

Obrigada pela leitura!


Você pode comprar os livros de Lua Valentia através deste endereço:

https://www.specula.com.br/copia-exclusivo

Ou tenha acesso aos PDFs gratuitamente, a partir dos planos de assinatura.


Choyofaque

6 Comments


.
.
Jun 11, 2021

UAU, HÉLVIA!!! TU ESCREVE MUITO BEM, MANO!!!!

Like

Hélvia!! Que resenha maravilhosa!!! Muito bem escrito. De fato, você conseguiu passar, em poucas palavras, a riqueza do Universo multidimensional que consta nesse livro incrível da Lua!! Acho que o li em uns dois dias... Eu fiquei vidrada pela leitura e muito admirada com a quantidade e qualidade de embasamento histórico sobre a Magia do Caos. Gratidão pela resenha! Certeza que, quem ainda não leu, após ler sua resenha, vai correndo ler o livro da Lua!!!


Parabéns pela escrita! Realmente está impecável! 🤗🌟👏👏👏🌸💞


Choyofaque!


Like

Unknown member
May 19, 2021

Muito bom a resenha...bem escrito e com uma dissertação impecável do conteúdo. Tenho o livro e recomendo por demais!

Parabéns pelo texto!

Like

Dunkel Valkyria
Dunkel Valkyria
May 19, 2021

Adorei, me instiga a adquirir o livro fisico. otimo texto apontando de maneira analitica e objetiva os ponto importantes desse livro incrivel!!!!

Like

Márcia Queiroz
Márcia Queiroz
May 19, 2021

Um extrato incrível do livro! Foco e Disciplina, exato! São 2 pilares para o desenvolvimento do estudioso. Compilado bem bacana. Muito obrigada🌛)0(🌜

Like
© Copyright
bottom of page