Desafios 4, 5 & 6: leitura recomendada

22/08/2016

O desafio 4 foi: "visite um local em que você nunca esteve da sua cidade". Eu visitei o MASP (Museu de Arte de São Paulo). Sim, pessoas, eu nunca tinha ido ao MASP mesmo morando há mais de um ano em São Paulo. Eu quase sempre passei por ele, evidentemente, mas nunca tinha entrado. Eu curti principalmente o "efeito floresta" tão raro de encontrar na selva de pedra que é a cidade.

Já o desafio 5 (tire um tempo apenas para você e faça algo que você ama), eu de fato não sei se cumpri direito. Porque fazer o que eu amo é exatamente escrever, blogar, postar. Ou Seja... Eu tentei tirar o dia para mim, mas não durou muito, hahahaha. 

 

O desafio de hoje é: comece a ler um livro novo

 

Pois então, comecei a ler o "Ecologia: grito da Terra, grito dos pobres: Dignidade e direitos da Mãe Terra", do professor de Teologia Leonardo Boff. 

Escolhi este livro porque me interesso muito pelo tema ecologia e gosto muito da abordagem do autor. Além disso, meu trabalho de conclusão de curso da faculdade de jornalismo é sobre o impacto da pecuária em São Paulo. Logo na introdução, Boff já fala a respeito:

 

Gritam os pobres sob pesada carga de opressão econômica, de discriminação social e de violência direta das guerras "inteligentes" modernas. Gritam as florestas, abatidas em todas as partes do mundo sob a voracidade produtivista, pois no lugar de árvores frondosas e centenárias pasta o gado para carne de exportação. Gritam os rios contaminados pelos agrotóxicos da monocultura da soja, do fumo, dos cítricos e outras. Gritam os solos contaminados por milhões de toneladas de pesticidas. Gritam os ares envenenados por gases de efeito estufa. Gritam as espécies, dizimadas aos milhares a cada ano. Gritam inteiros ecossistemas devastados pela superexploração de seus bens e serviços. Grita a humanidade inteira ao dar-se conta de que pode ser exterminada da face da Terra por dois tipos de bombas: pela bomba das armas químicas, biológicas e nucleares e pela bomba ecológica representada pelo aquecimento global, que não acaba de aumentar ano após ano. Enfim, grita a Mãe Terra contra a qual está se levando uma guerra total: no solo, no subsolo, no ar, nos oceanos, em todas as frentes; guerra da qual não temos a menor chance de ganhar, pois nós precisamos da Terra, mas ela não precisa de nós. 

 

Chocante, não é mesmo? Recomendo a leitura! Especialmente se você compreende a Terra como um ser vivo, a própria Deusa em si mesma. É importante lembrar que Leonardo é um teórico cristão. Talvez o mais sensato dos dias atuais! 

 

 

 

Please reload

Please reload