Cidade Verde e Magia de Amor

28/10/2017

Parte 5 da série: Contos Octarinos, hipersigilo em histórias curtas mesclando ocultismo e ficção.

Parte 1: A Bolha Octarina
Parte 2: Cidade Vermelha 
Parte 3: Cidade Laranja 
Parte 4: Cidade Azul

É um tour pelas cores da magia do caos, segundo sistematização de Peter J. Caroll. Aqui eu trago minhas elaborações pessoais a respeito desse estudo ao longo da trama. É a minha visão, que você pode ou não se identificar e adaptar às suas práticas, faça o que for melhor pra você. Se você quer entender mais sobre o assunto recomendo os textos e livros da Penumbra Livros, o link está ao final dos textos. Espero que gostem!!


Quem me auxiliou em magia verde foi uma sereia, de nome Vênus, como o planeta e a deusa do amor. Sua mãe era devota dessa deusa e queria uma filha com todos os seus atributos, então deu seu nome em homenagem. Era a sereia mais linda da Cidade Verde, com um incrível poder de atração e charme. O mais encantador nela era a energia transmitida, a maneira que te fazia sentir. Sua empatia lhe permitia compreender o outro tão profundamente que sabia exatamente como cada pessoa deveria ser regada para florescer. Essa é a magia do amor e da atração!  Além do planeta vênus, a magia verde também está relacionada com a lua, regente das emoções. É importante frisar que a atração aqui não necessariamente é sexual, falaremos dela mais pra frente.

A Cidade Verde é uma cidade aquática em sua maioria, por isso os habitantes são sereias e tritões. Sabe-se que a água representa as emoções e o inconsciente, por isso eles tem o domínio da água. Tomam forma humana quando precisam estar em terra firme, são metamorfis ainda por cima. 
As sereias têm o poder de enfeitiçar com a voz, através do canto principalmente. São dotadas de uma beleza e encanto fascinantes. Portam colares e outros acessórios de conchas e apetrechos marinhos estilizados. Lá, eu tive o prazer de ser transformada em sereia para poder compreender melhor os mistérios da magia verde.

Para os trabalhos com essa magia, usei principalmente meditações e visualizações, impregnando-me com a cor e o sentimento de amor. Encantamentos em forma de poesia, principalmente, bem como a dança entram na lista. As artes são essencialmente venusianas e proporcionam bem-estar, tudo isso favorece a auto-estima. Celebrar a beleza das coisas com amor é uma excelente forma de conexão com a energia verde.

Aprendi o canto e como projetar emoções na voz de forma que toque o sentimento daqueles que ouvem. Trabalhei com a beleza e descobri como ela pode ser utilizada para evocar sensações e assim atrair ou repelir. Vejo que a força que atrai é a mesma que repele, são diferentes manifestações da mesma energia, assim como amor e ódio. 
Sabe aquela história que o contrário de amor é indiferença? Exatamente, no ódio o amor faz um caminho de manifestação diferente. A magia mais poderosa que encontrei aqui certamente foi a do amor-próprio, um trabalho de auto-conhecimento e aceitação. O estado de consciência da plenitude e comunhão com seu próprio ser é extremamente poderoso e libertador, por isso é também uma magia de cura. Na verdade, todas as cores da magia podem ser curas ou venenos, depende mais de quem utiliza e como.

Essa alquimia interna afeta diretamente o mundo externo. Mudando a percepção de si mesmo, adota-se novos comportamentos e as pessoas ao redor passam a te enxergar naquela nova forma e assim por diante, numa reação em cadeia. Fui apresentada também à algumas especiarias de Vênusilua, são excelentes para esse tipo de magia, dentre elas: morango, maçã, íris, anis-estrelado, gardênia, baunilha.
Dependendo do direcionamento do amor (romântico, fraternal, próprio...) umas podem ser mais eficazes que outras.
 

O meu treinamento consistiu em confeccionar meu próprio colar de concha, depositando toda a beleza e amor que havia em meu ser na jóia. O resultado foi este: 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Foi com este artesanato, nomeado: "Concha de Vênus" que eu fui aceita em magia verde e consagrei meu nome de sereia: Melodia Marina. 
 

Eu em forma de sereia                                 

 

 

  Cachoeira do Amor

 

 


Faltam apenas 3 cores pra encerrar essa iniciação!!
 

Alguns trechos foram inspirados no texto sobre magia verde da Penumbra Livros, leia completo aqui.


 

Please reload

Please reload