Métodos Mágicos no combate a Depressão – Dissipando a Raiva

 

 

Algumas vezes um óleo não basta, a depressão é um estado latente da alma que nos consome amargamente pouco a pouco, no entanto, ocasionalmente, a depressão tem um efeito contrário: ela causa uma crise. As vezes a crise é direcionada a alguém que nos magoou, alguma vezes a crise é direcionada a magoar a nós mesmos, não importa, o importante é que em muitos momentos não sabemos lidar com a vontade pontual de chutar o balde e deixar a coisa toda explodir.

Estes dois rituais tem o mesmo objetivo: transferir seus sentimentos negativos para um objeto e destruí-los.

 

  1. Boneco

Muito útil em casos em que nossa raiva ou nossos sentimentos negativos são direcionados a uma pessoa: fazer um boneco que represente nossos sentimentos ruins em relação aquilo (atenção, o boneco deve ser depositório dos seus sentimentos e não da pessoa) e transferir toda nossa raiva para o boneco em questão é uma maneira útil de aterrar toda raiva que estamos sentindo no momento.

Após depositar todos os nossos sentimentos, podemos ou queimar o boneco ou destruí-lo de forma bastante energética, depois o enterrando.

Este ritual é emergencial, é preferível numa lua minguante, mas pode ser executado quantas vezes for necessário.

 

  1. Garrafada

O meu feitiço favorito quando estou em crise é pegar uma garrafa de vidro com água gelada (pois a água gelada responde melhor à imantação de energia) e transferir todos os meus sentimentos em relação ao que estou sentindo, toda minha raiva, todo meu ódio, toda minha vontade de morrer para a água e o vidro. Depois, tampo o vidro com uma rolha e o jogo com toda a força que eu tiver em uma parede qualquer até que ele se quebre, visualizando que quando aquilo se quebra leva consigo tudo o que há de ruim que eu sentia. É sempre libertador.

 

  1. Evitando crises

Andar com uma turmalina negra perto de si em dias nos quais você está percebendo-se mais propenso a ter crises é uma forma bastante eficaz de evitar que elas aconteçam. A turmalina tem a capacidade de adormecer os sentimentos, evitando assim que eles se tornem insuportáveis. É ideal para pessoas sensíveis, mas deve ser usado moderadamente, nunca passando mais de duas semanas em contato constante com a pedra.

 

  1. E depois?

Após esse tipo de prática é sempre importante tomar um banho energizador depois. Cascas de laranja, canela e essência de maracujá é uma excelente ideia. Ervas solares podem ser acrescentadas ao banho ou mesmo água solarizada.

Deve ser cuidado para não tomar esse banho a noite, pois ele pode causar insônia.

Atenção: O presente artigo é uma prática alternativa complementar, e não substitui, de em nenhuma maneira, o acompanhamento com um profissional especializado.

Please reload

Please reload