O glossário da Bruxaria

19/06/2019

 

A Bruxaria usa muitas palavras que você pode não ter ouvido antes; aqui está um resumo de algumas das mais comuns!

 

Básico

 

Intenção: o objetivo ou o desejo; a vontade de alguma coisa estar a ser.
Visualização: uma técnica usada em funcionamento mágico em que a bruxa fotos o efeito desejado dentro do olho de sua mente.
Manifestação: o processo de uma intenção desejada sendo trazido para a realidade.
Carregar: o ato de encher um objeto com energia.
Limpeza: um trabalho mágicko com a intenção de remover todas as energias persistentes de um objeto, lugar ou pessoa, sejam essas energias negativas ou positivas.
Aterramento: uma técnica mágica em que o indivíduo remove excesso de energia indesejada (muitas vezes por 'empurrar' para o chão enquanto se senta) e se alinha com a energia da terra.
Banimento: um trabalho mágicko com a intenção de enviar algo para longe, removendo um indivíduo da sua vida ou cortando atos e comportamentos negativos.
Proteção: um trabalho mágico em que o indivíduo cria um escudo. As alas são barreiras de energia que negam qualquer entrada de entidade indesejada no local protegido. Os alas também podem ser colocados sobre si mesmo para evitar um ataque mágico.
Divindade: um ser supremo. Muitas vezes representada por deuses e deusas, embora não limitadas a estes termos.

 

Ferramentas, objetos e simbologia

 

Grimório: um inventário mágico pessoal de crenças, feitiços, ingredientes e qualquer outra coisa considerada essencial para um caminho de bruxas.
Altar: um espaço sagrado em que se decretar o funcionamento mágico, a meditação e o culto.
Varinha: um objeto apontado para a energia direta.
Varinha de priápico: uma varinha em forma de falo.
Punhal: uma faca usada em ritual para cortar um espaço sagrado e para dirigir a energia. Tipicamente você nunca vai usar isso para cortar objetos sólidos.
Livro das sombras: um inventário mágico pessoal de crenças, feitiços, ingredientes e qualquer outra coisa considerada essencial para o caminho de um wiccano.
Boline: uma faca, muitas vezes mas nem sempre uma foice, usada para o corte de ingredientes, de de velas e entalhe de madeira.
Vassoura: um cabo de vassoura usado para limpar uma área.
Caldeirão: uma panela de metal usada para feitiços. (fervendo, misturando, mexendo).
Cálice: um cálice, COPO CONTENDO BEBIDA RITUAL. Tipicamente contendo ofertas.
Espelho Negro: uma peça preta de vidro ou material reflexivo usado para cristalocar.
Pentagrama: uma estrela de cinco pontas amplamente usada entre muitas religiões pagãs.
Pentagrama (colar): um pentagrama com um círculo ao seu redor, tipicamente usado como um colar para proteção.
Pentagrama Invertido: um símbolo relacionado com práticas e crenças satânicos.
Septagrama: uma estrela de sete lados, geralmente usada em referência ao funcionamento com os fae.
Triquetra: um antigo símbolo celta que perdeu os seus significados iniciais, que é hoje adotado por pagãos de diferentes caminhos para significar coisas diferentes. No Cristianismo referido como o nó da Trindade e acreditava representar o pai, o filho e o Espírito Santo. Uma forma secular de ver isto é que representa a vida, a morte e o renascimento. Na Wicca acreditava-se representar a deusa tripla.
Amuleto: um objeto que possui propriedades mágicas inata usadas como colar.
Charme: um objeto que foi dado propriedades mágicas.
Talismã: um objeto que foi criado com a intenção de ter uma propriedade mágica específica
Pedra da bruxa: uma pedra com um buraco usado naturalmente por meio dele em que o outro lado é visível. Pensamento para ser usado para ver o 'Invisível' e muitas vezes com os seres faericos.
Boneca: um objeto projetado para assumir a semelhança de um indivíduo sobre o qual os feitiços são usados. Um taglock é usado para vincular a pessoa à boneca.
Taglock: o efeito pessoal de um indivíduo que pode ser usado em feitiços como um link para esse alvo.
Festas, férias e eventos.

Roda do ano: um nome usado para se referir ao ciclo das oito férias observadas na Wicca; afegão usou para descrever a virada das estações.
Solstício: dois pontos no ano em que o sol atinge o seu ponto mais alto ou mais baixo no céu. Os dias mais longos e mais curtos do ano.
Esbat: uma reunião sobre a lua cheia.
Sabbat: usado para se referir a qualquer um dos oito feriados observados por wiccanos e outros.
Skyclad: para ficar nu. Acredita-se promover uma maior ligação à natureza durante o ritual e a adoração.
Equinócio: o tempo em que o dia e a noite são de igual comprimento à medida que o sol atravessa o Equador celestial.
Clã: uma reunião de bruxas com a intenção de realizar magia ou adoração como grupo.
Círculo: um espaço temporário marcado por um praticante mágico que é capaz de conter, melhorar e ligar a energia mágica.

 

Mais leituras

 

Mago: outro termo para um praticante de magia.
Éter: o quinto elemento após a terra, o ar, o fogo e a água que significa espírito, energia, vida Essense & alma.
Abjuração: Práticas de magia relacionadas com a proteção de si mesmo através da supressão de feitiços expressos por outros praticantes mágicos.
Conjuração: Práticas de magia relacionadas com a realização de efeitos desejados em realidade.
Adivinhação: Práticas de magia relacionadas com a reunião de mais informações sobre temas desejados, incluindo conhecimento do passado e do futuro.
Encantamento: Práticas de magia relacionadas com a promulgação de influência sobre as mentes e as decisões dos outros.
Evocação: Práticas de magia relacionadas com o trabalho com as forças cruas, às vezes incontroláveis do poder.
Animismo: a crença de que todas as coisas estão vivas ou têm uma alma.
Glamour: Práticas de magia relacionadas com a obtenção de intenção desejada através da alteração, do aumento ou da mudança de aparência.
Jateamento: um mágico trabalhando com a intenção de causar infertilidade e saúde, em ambas as pessoas e culturas.
Brasão: um símbolo mágico criado pelo indivíduo, geralmente construído ao quebrar uma palavra ou frase e usando as letras.
Selo: um símbolo mágico. Muitas vezes usado para finalizar um trabalho.
Elemental (substantivo): uma força, ser, entidade ou representação de um elemento dado e por vezes um pensamento consciente rudimentar, embora não de uma forma pensada para ser compreendido corretamente pela humanidade.
Elemental (adjetivo): relativo a qualquer trabalho em relação aos elementos

 

Tipos de bruxaria

 

Secular: a prática da bruxaria no seu núcleo. Desprovido de qualquer influência da religião ou da espiritualidade.
Ateu: a prática da bruxaria de uma perspectiva ateístas.
Elemental: a prática da bruxaria em que o indivíduo utiliza o poder dos elementos como a sua fonte primária de energia e feitiço de estruturação, por exemplo bruxa de água, bruxa de fogo, etc.
Wicca: pertencente à Wicca, uma religião baseada em natureza relativamente nova nascida nos anos 1940 / 50 em que a bruxaria é expressa como a principal forma de adoração para o Deus e a deusa.
Tradicional: Bruxaria que antecede o renascimento na popularidade da bruxaria durante o século XIX.
Sebe: um praticante solitário que utiliza ervas aromáticas na sua prática. Uma vez usado exclusivamente para as bruxas que seguem a prática de ' montaria de sebe ' este termo abriu-se para englobar aqueles que seguem o arquétipo da ' Bruxa da Aldeia ' fornecendo salves e poções.
Stregheria: uma forma de bruxaria italiana, muitas vezes centrada em torno do culto da versão de leyland de aradia e Diana (embora o termo também possa ser usado para outras formas de bruxaria italiana).
Cristão: a prática da bruxaria de uma perspectiva cristã.
Witchling / Baby Witch: termos usados para descrever novos praticantes.

Via violetwitchcraft

Please reload

Please reload