Relacionamentos abusivos e vampirismo astral


O que você espera de um namoro? Companheirismo, dedicação e paciência, afinal, toda convivência é difícil. Entretanto, há aqueles que colecionam relacionamentos descartáveis e que veem os outros como meros objetos. Este é o caso de N, um músico fracassado e mimado que vive grudado na saia de sua mãe. Típico filhinho do papai, ele acha que o mundo inteiro cai aos seus pés. Coleciona uma fã aqui e outra ali: nada mais que adolescentes deslumbradas.

Hoje vamos exemplificar com o caso de N.

N namorava com C e sempre a tratou mal, nunca a valorizou, nunca fez nada por ela e ainda a traiu com uma de suas fanzocas. Mesmo assim ela o perdoou. Mas a cartada final de seu vampiro astral ainda estava para ser dada.

C perdeu sua mãe para o câncer, contra o qual já lutava há 5 anos. O que ele fez? Terminou com a namorada quando ela mais precisava, antes de fazer um mês que sua mãe havia falecido. Ou seja, N não passava de um vampiro astral. Apesar do nome, ser vampiro astral não dá beleza e nem imortalidade, então pra que serve?

Simples, o vampiro astral é o centro do relacionamento abusivo. Ele drena a energia de sua parceira, colocando-a estática e imóvel. Ele faz com que ela se sinta culpada por tudo o que faz. Por ele não ter talento nem beleza, ele se alimenta do talento e da beleza dela. Quando ela faz algo positivo, ele tenta subjugar seus esforços e suas conquistas. Tudo isso para que ele se sinta adorado e seja sempre o centro da atenção. Nota: estamos exemplificando o caso de N, mas uma mulher pode ser igualmente uma vampira astral.

Continuando, C me procurou quando viu que eu estava recolhendo depoimentos para esse artigo. Como se já não bastasse o falecimento da mãe e tudo que ela já vinha sofrendo por causa do ex, o que só piorava sua depressão, o mesmo decidiu terminar com ela sob vários pretextos escrotos antes da missa de falecimento. C tomou 4 cartelas de rivotril no dia e, por sorte ou milagre, não passou mal. O vampiro astral lá estava, querendo desmoralizá-la. Leia seu depoimento:

"Foi um relacionamento longo e, apesar de ter tido bons momentos, meu ex foi super abusivo e manipulador comigo, e só consegui enxergar isso depois do término. Foi um namoro muito conturbado, marcado sempre por discussões devido ao comportamento infantil e mimado dele, o que nunca tinha experienciado em outro relacionamento. Todas as vezes que quis terminar o namoro, ele me manipulava se fazendo de vítima, chorando, colocando a culpa em mim pelas escrotices dele.

Meu ex viajava e tocava com a banda dele fora da cidade quase toda semana, e quando eu o criticava por aceitar qualquer pessoa desconhecida no Facebook e dar conversa pras garotas que davam em cima dele, ele começava a debochar, dizia que eu não ligava pra relação dele com as fãs e tentava me fazer sentir uma vilã. Minha mãe estava tratando de câncer desde 2011 e eu tive problemas sérios de depressão até ela falecer. Isso não foi motivo o suficiente pra ele ter consideração por mim quando eu não estava a fim de transar. Ele fechava a cara e me deixava em casa, não falava comigo até o dia seguinte e eu me sentia culpada com isso. Um dia chegou até mim uma foto que ele mandou do pênis pra uma garota que nem maior de idade era e isso só piorou as coisas. Terminei com ele no dia, mas voltamos no final da semana. Eu o perdoei e ele ainda teve a coragem de me jogar na cara durante meses que se eu tivesse traído ele, ele não terminaria comigo. Alguns meses depois terminamos definitivamente, com ele me culpando por não ir bem na faculdade pois minha depressão o estava afetando - lorota, pois ele passou na faculdade de excedente, nunca estudou e sempre fazia as tarefas em cima da hora, além de chegar quase todo fim de semana bêbado dos shows. Já tive que cuidar dele nesse estado, escondido da mãe.

Como se já não bastasse isso tudo, minha sogra SABIA que o filho levava a garota que queria nos separar (e vivia viajando e dormindo nos hotéis com a banda) pro quarto, com ela estando presente em casa, ciente de tudo e mentindo descaradamente pra mim (como pode existir uma mãe assim?). Não satisfeitos, hoje os dois tentam fazer a minha caveira por que errei uma vez com ele, num momento de raiva, por responder as provocações da garota que nos atormentava (sim, eu fiz muito errado), querendo o fim do namoro.

Um sujeito que trai a namorada até não poder, uma mãe que esconde os malfeitos do filho e passa a mão na cabeça dele, a irmã que omite do atual namorado que nunca teve nenhum ex namorado antes... quem é mais hipócrita nessa família? Algum deles tem moral pra julgar os erros dos outros? Ainda bem que nunca tive pais que passassem a mão na minha cabeça pelas merdas que eu fazia, e hoje não preciso de sermão de ninguém pra assumir as coisas que faço. Muito menos me expor ao ridículo fazendo mimimi na internet e procurando ex namorada 2 meses depois com arrependimento "pra conversar", enquanto faz outras garotas de idiota por aí. Já deve ter passado o rodo. Uns hipócritas.

Enfim, hoje eu agradeço por termos terminado e por eu ter visto quem ele é. Muitas coisas maravilhosas tem me acontecido, em termos de carreiras, família, amizades e amor. E espero que ao invés de ficarem se fazendo de pobre coitados na internet e me stalkeando, N e sua família se arrependam do mal que fizeram aos outros e evoluam para pessoas melhores."

Um dos tweets que N postou, sem medo de mostrar quem realmente é:

Alguns dias depois, o vampiro procurou C com um pretexto de conversar, quando na verdade queria sugar ela ainda mais. Provavelmente por que as "peguetes" já não o estavam satisfazendo mais.

No mesmo dia, o mimimi no Twitter:

Não, querido. Antes de qualquer amante, a família vem primeiro, os amigos vem primeiro, os estudos vem primeiro, a carreira vem primeiro e, principalmente, a felicidade de C. Você nunca foi nada, no máximo um paliativo.

Pra terminar, um último exemplo de escrotice postada no Twitter, provavelmente em relação a alguma "peguete":

Para N, as mulheres são apenas objetos. Segundo C, ele já chegou a dizer que nunca tinha deixado nenhuma garota dormir na casa dele depois de transarem. Sua pergunta após o gozo era "ônibus ou táxi?". Palavras dele.

O depoimento de C mostra as várias faces do vampirismo astral.

Características do vampiro astral

1 - O vampiro astral te culpa pelos fracassos dele

2 - O vampiro astral te faz se sentir culpada caso você diga não

3 - O vampiro astral diz que perdoaria você caso você agisse como ele (mas é mentira!)

4 - O vampiro astral fica obcecado com suas redes sociais, ele quer saber todos os seus passos

5 - O vampiro astral pode até terminar com você, mas nunca para de falar com você

6 - O vampiro astral tenta colocar seus amigos contra você

7 - O vampiro astral é sempre a vítima

8 - O vampiro astral te manipula tanto que você até chega a acreditar no que ele diz

9 - O vampiro astral sempre tem que sair vencedor de todas as discussões

10 - O vampiro astral te culpa por sua depressão e até mesmo pelas fatalidades que ocorrem na sua vida.

O que fazer

Caso você conheça alguém assim, afaste-se imediatamente. O ideal é cortar vínculos. Pessoas assim não mudam. A energia delas é baixa, elas precisam sugar as outras para sobreviver. Elas não sabem agir de outra forma.

Caso não possa se afastar completamente, evite o contato. Denuncie essa pessoa para que outras não caiam no conto. Lembre-se, a culpa não é sua! Você NÃO TEM CULPA do que acontece de ruim na sua vida. Você é vítima! Você merece ser forte, você merece viver bem, você merece alguém que te queira assim como você é. Você merece alguém por completo, não apenas alguém mimado e frustrado. Você não é escrava de ninguém, não tem que dar satisfação a ninguém. Você não é obrigada a nada. Você é inteira, bela e completa. Não precisa de vampiros astrais em sua vida para ser feliz! Eu sei que é difícil entender agora, mas você não está sozinha! Procure apoio na sua família, amigos e em alguns casos em terapias. Mas não se deixe vencer! Hoje pode estar difícil, quase impossível suportar, mas você já chegou até aqui. Você pode! Confio em você. Confie em sua beleza, na sua força! E então alguém que te merece de verdade irá aparecer. E vocês terão um relacionamento saudável e completo. Eu quero te ver feliz!

Você também pode gostar de: como se defender de ataques e fugir da humilhação.

#Relacionamentos #Autodefesa

© 2020

Arte, Magia & Liberdade 

Criado por Lua Valentia 

  • clube de autores
  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
  • SoundCloud ícone social
  • Spotify ícone social